COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 26.06.2018

 

CAMINHOS DA ZONA SUL

www.caminhosdazonasul.com___________________Paulo Gastal Neto

Saúde – A Unimed Pelotas inaugurou no último sábado pela manhã o seu Centro Clínico. O novo serviço está localizado onde será o futuro Complexo Hospitalar da Unimed junto onde já funcionam o Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) e o Laboratório de Análises Clínicas. Inovar, essa palavra é a peça fundamental para o desenvolvimento de qualquer negócio, e é por esse caminho que a Unimed Pelotas/RS está seguindo, disse na ocasião o presidente da cooperativa, Olímpio Jordão. Em 2018 – ano em que a Unimed completa 40 anos de história é inaugurado o Centro Clínico da Unimed Pelotas/RS que conta com uma ampla estrutura para atender nossos beneficiários, oferecendo atendimento clínico, pediátrico, ginecológico, traumatológico, cardiológico, reumatológico e dermatológico. Além de dez consultórios médicos terão, também, salas para aplicação de medicação e realização de curativos, destacou o Dr. Olímpio Jordão.

***

Inovação – Doze ideias empreendedoras estão concorrendo no processo de seleção para incubação de novos projetos no Centro de Incubação de Empresas da Região Sul da Universidade Católica de Pelotas (Ciemsul/UCPel). A apresentação dos negócios para banca de avaliação ocorreu nos últimos dias 14 e 15 de junho. Os resultados com os selecionados devem ser divulgado nesta terça-feira. Boa parte dos projetos de base tecnológica inscritos neste processo seletivo foram voltados para as áreas da saúde e prestação de serviços. Um deles pretende utilizar a impressora 3D para a criação de órteses, próteses e tecnologias assistivas. Denominada Opta 3D, a futura empresa tem como missão melhorar a qualidade de autonomia e independência das pessoas.

***

Missão – Após de oito anos de atuação no mercado local e treze empreendimentos construídos, a V3 Empar entregou no último sábado o seu último empreendimento: o Montalcino Di Toscana Residence, localizado na Andrade Neves, 3.156. Foi realizado um evento para os clientes e parceiros da empresa, culminando com um show do tenor italiano Andrea Bocelli. A V3 Empar ficou consagrada como a construtora que mais entregou empreendimentos em Pelotas nos últimos anos e vai trocar de dono. O proprietário da construtora, Valdomiro Silva, anunciou há alguns meses a passagem de comando da empresa ao empresário do ramo imobiliário, Roberto Rocha. Alegando necessidade por desbravar novos horizontes, Silva agradeceu os profissionais que estiveram ao seu lado e antecipou que seguirá com a paixão de criar e desenvolver negócios inovadores. Fica aqui neste espaço, ao Valdomiro, o abraço e o reconhecimento da coluna Caminhos da Zona Sul e deste colunista a este empreendedor, amigo e parceiro em várias iniciativas.

***

Pavimentação – Cerca de R$ 1 milhão será investido na infraestrutura de Pelotas. A prefeita Paula Mascarenhas assinou, na última sexta-feira (22), os três contratos de repasse de emendas parlamentares dos deputados federais Danrlei de Deus (PSD), Maria do Rosário (PT) e Ronaldo Nogueira (PTB), que viabilizam o encaminhamento dos recursos ao Município. O repasse é realizado via Caixa Econômica Federal.  A emenda parlamentar do deputado Danrlei repassa mais de R$ 460 mil à cidade. O recurso, viabilizado com o apoio do vereador Fabrício Tavares (PSD), deve ser investido na pavimentação da rua Barão de Azevedo Machado, na Cohabpel. A pedido do vereador Marcos Ferreira (PT), o montante de cerca de R$ 223 mil destinado por Maria do Rosário, será aplicado na continuidade da pavimentação da rua São Jorge, na Santa Terezinha. O último contrato assinado foi referente ao recurso encaminhado pelo deputado Ronaldo Nogueira, que também totaliza em torno de R$ 223 mil. A quantia, por solicitação do vice-prefeito Idemar Barz, será empregada na pavimentação de trecho da via Padre Anchieta.

***

Política – O Perspectivas RS, excelente iniciativa da UCPEL em ouvir os pré-candidatos ao governo do estado recebeu Roberto Robaina do PSOL, na semana passada.  Robaina defendeu o fim da Lei Kandir e a necessidade de rever isenções e incentivos fiscais por parte do estado. “Desde 1996 o RS renunciou mais de R$ 45 bilhões. Anualmente, são de três a quatro bilhões que beneficiam grandes empresas”, disse. Frisou também a necessidade de discussão de receitas e despesas com a sociedade. “A lógicas dos governos é criar desenvolvimento através das grandes empresas. Entretanto, existem outras formas como incentivo a pequenas e médias empresas e cooperativas”, afirmou. O próximo encontro do Perspectivas RS será no dia 18 de julho. A presença de Jairo Jorge (PDT) encerra a série de painéis iniciada em março e que recebeu Mateus Bandeira (Novo), Eduardo Leite (PSDB), Miguel Rossetto (PT) e Roberto Robaina (PSOL).

***

Até a próxima!

Comentários