IBAMA APROVA PLANO DE DRAGAGEM DO PORTO DE RIO GRANDE

    Secretaria dos portos ainda precisa assinar a liberação do início das obras. Manutenção do canal de navegação é esperada para aumentar volume transportado pelas embarcações.

    Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) aprovou o plano de dragagem de manutenção para o Porto de Rio Grande. O parecer foi divulgado nesta quarta-feira (9), dois  meses depois que a Superintendência do Porto da cidade encaminhou o novo plano de dragagem do canal de navegação.

    Uma análise identificou que três milhões de toneladas de sedimentos precisam ser retiradas o quanto antes. Durante safra de soja, o assoreamento do canal, ou seja, o acúmulo de materiais, prejudica os navios, que operam nos terminais de grãos e contêineres.

    Para não encalhar, as embarcações precisam viajar com menos carga, e a restrição provoca perda de competitividade e encarece o frete. Conforme a superintendência,  a última dragagem foi feita há quatro anos.

    Com a licença do Ibama, só falta a Secretaria do Portos assinar a liberação do início das obras, que ainda não tem data prevista para acontecer.




    Comentários