GREVE DOS CAMINHONEIROS: RESUMO DO INÍCIO DESTA SEGUNDA-FEIRA

    O presidente Michel Temer anunciou, em pronunciamento,uma série de medidas na tentativa de pôr fim à greve dos caminhoneiros que neste domingo completou sete dias e que afeta o Brasil em vários setores. Estradas bloqueadas, cargas trancadas, falta de combustíveis nas cidades, aeroportos, desabastecimento nos supermercados são alguns dos reflexos que vêm se agravando.

    “A primeira reivindicação a ser atendida é a redução de R$ 0,46 do preço do óleo diesel. A medida é válida por 60 dias”. Após este período, Temer explicou que o reajuste será mensal. Isso equivale, segundo o presidente, a zerar as alíquotas da Cide e do PIS/Cofins. Os representantes dos caminhoneiros autônomos não aceitaram o congelamento do diesel por apenas 30 dias, como havia sido inicialmente proposto.  Outra medida é a de que caminhoneiros autônomos terão garantia de 30% dos fretes da Conab.

    O governo federal concordou ainda em eliminar a cobrança do pedágio dos eixos suspensos dos caminhões em todo o país, além de estabelecer um valor mínimo para o frete rodoviário. Essas determinações deverão constar em medidas provisórias a serem publicadas em edição extra no Diário Oficial da União. A expectativa do Palácio do Planalto é que a paralisação, que já dura sete dias e causa enormes prejuízos e transtornos em todo o país, termine logo.

    NO RIO GRANDE DO SUL

    Apesar de o governo ter apresentado mais uma proposta aos caminhoneiros, a categoria segue mobilizada pelo oitavo dia consecutivo. No Rio Grande do Sul, há pelo menos 89 pontos de manifestação em rodovias estaduais – sendo que o balanço das estradas federais ainda não foi divulgado. O protesto ganha apoio, nesta segunda-feira, dos petroleiros que também estão aderindo às manifestações. Por volta das 8h30min, o grupo de trabalhadores estava concentrado em frente à Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Esteio, para fazer um balanço dos protestos. A Brigada Militar e o Exército estão escoltando caminhões com combustível na Refap e também da refinaria Ipiranga – as duas em Esteio, na região Metropolitana. Devido à paralisação, falta gasolina e GNV na maioria das cidades gaúchas – inclusive para os serviços básicos.

    Falta combustível em oito aeroportos do país, diz Infraero

    Falta combustível em oito aeroportos do país, diz Infraero | Foto: Guilherme Testa / CP Memória

    No oitavo dia da paralisação dos caminhoneiros falta combustível em pelo menos oito dos 54 aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) no país. A Infraero informou que monitora o abastecimento de querosene de aviação por parte dos fornecedores que atuam nos terminais. A recomendação é de que os passageiros procurem as companhias para consultar a situação de seus voos.

    Os aeroporto.s que estão com falta de combustível são os de São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Aracaju (SE), João Pessoa (PB) e Teresina (PI). Apesar da falta de querosene, os aeroportos estão abertos e têm condições de receber pousos e decolagens. Nos terminais em que o abastecimento está indisponível no momento, as aeronaves que chegarem só poderão decolar se tiverem combustível suficiente para a próxima etapa do voo.

    A Infraero alertou aos operadores de aeronaves que avaliem o planejamento de voos para definir a melhor estratégia de abastecimento, de acordo com o estoque disponível nos terminais de origem e destino. De acordo com a assessoria, a empresa está em contato com órgãos públicos ligados ao setor aéreo para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos administrados pela empresa.

    PELOTAS

    Prefeitura garante transporte nesta segunda-feira

    Executivo Municipal empenha-se para manter o atendimento à população

    A rede de serviços básicos do Município ainda resiste às dificuldades enfrentadas pela falta de combustível. Os veículos das secretarias seguem em racionamento e o consórcio responsável pelo transporte coletivo garante o funcionamento da frota até a terça-feira (29). A Prefeitura empenha-se para manter o atendimento à população. Nesta segunda-feira (28), o expediente será normal nas repartições públicas, na rede municipal e uma nova reunião da prefeita com secretários e integrantes do Gabinete de Gestão Integrada (GGI-M) será realizada no final da tarde, com o objetivo de avaliar a situação e definir medidas necessárias.

    Transporte coletivo garantido

     Até esta terça-feira (29), o transporte coletivo do município está garantido. Serão utilizados os horários da tabela de sábado e não haverá o “corujão” – a última saída do Centro será à meia-noite e meia (0h30min).

    Hemodiálise e doações de órgãos são priorizadas

    Os veículos da Secretaria de Saúde (SMS) foram abastecidos neste sábado (26). Apesar disso, como não é possível prever até quando será necessário racionar combustível, a prioridade é para casos de urgência, transplante de órgãos e o transporte de pacientes que utilizam a hemodiálise.

    Transporte escolar até segunda-feira

    Apesar de as escolas municipais já enfrentarem dificuldades para distribuir merenda aos alunos, o transporte escolar ainda funcionará nesta segunda-feira (28). Diretores das instituições estão preocupados, pois professores podem ter dificuldade de chegar para às aulas. Em alguns colégios, itens como arroz, açúcar e leite já faltam nas despensas. O gás de cozinha também é outro item que chega às escolas com dificuldade. Na Colônia de Pelotas, as escolas Marechal Rondon e João da Silva Silveira não funcionam à noite – já que a empresa Bosembecker não está mais fazendo o transporte.

    Operações Integradas continuam

    As Operações Integradas, com o objetivo de coibir a violência e reduzir os índices de criminalidade, ocorreram normalmente no final de semana. A partir de segunda-feira (28), a Guarda Municipal volta a atuar com viaturas em pontos estratégicos.

    Sanep opera com horário reduzido

    O atendimento do Sanep segue em horário reduzido: das 12h30 às 18h30. O serviço de coleta seletiva no perímetro urbano e de de resíduos na zona rural permanecem suspensos. O recolhimento de lixo nos Ecopontos paralisa a partir de segunda-feira (28).

    Restaurante Popular garante até terça-feira

    Com a dificuldade de receber alimentos por conta da paralisação dos caminhoneiros nas estradas, o Restaurante Popular utiliza itens do seu estoque para garantir almoço das pessoas em situação de vulnerabilidade até a próxima terça-feira (29).

    Agentes de trânsito racionam

    Os veículos da Secretaria de Transporte e Trânsito (STT) circulam apenas em casos de emergência e para atender acidentes. Os agentes utilizam somente motos e realizam rondas a pé.

    Mudança nas viagens intermunicipais

    As viagens intermunicipais funcionam com os horários de sábado nos dias normais e, de domingo, no final de semana. A Estação Rodoviária de Pelotas adotou a suspensão do serviço de encomendas, enquanto a paralisação nas estradas permanecer.




    Comentários