MORRE RAUL RANDON, UM PILAR DA ECONOMIA GAÚCHA

O empresário Raul Randon morreu neste sábado, aos 88 anos, em São Paulo. Ele estava internado no Hospital Alberto Einstein, na capital paulista, desde dezembro e faleceu de complicações cirúrgicas.

Raul fundou com o irmão Hercílio as Empresas Randon, em 1949, na cidade de Caxias do Sul. Quatro anos mais tarde nascia, juridicamente, a Mecânica Randon Ltda.

A Mecânica fabricou o primeiro eixo para uma carpintaria. Evoluiu para fabricação de freio a ar e passados alguns anos já fabricava a carreta, o reboque e em 1960, os semirreboques.

A Randon tornou-se um complexo de onze empresas, que atuam nos segmentos de implementos para o transporte rodoviário, ferroviário, fora de estrada, autopeças e serviços tornando-se um forte pilar da economia do RS.

O conglomerado de Empresas Randon é composto por empresas líderes na América Latina. Conta com linha de equipamentos para o transporte de carga terrestre, com seus veículos rebocados (reboques/semirreboques), vagões ferroviários e veículos especiais. Atuam, ainda, nos segmentos de autopeças e sistemas automotivos, além dos serviços de consórcio e de banco. Mantém uma rede internacional de vendas e serviços, atendendo a mais de 100 países.

Comentários