SEGUNDA PONTE DO GUAÍBA RECEBERÁ MAIS DE R$ 200 MILHÕES

Ministros Eliseu Padilha, Maurício Quintela e governador José Ivo Sartori em visita as obras da Ponte Dois do Guaíba. Foto: RBS

Verbas para a Ponte do Guaíba serão liberadas ainda em 2017, diz ministro

Repasse de recursos afasta a possibilidade de demissões de 450 operários

Em visita na última sexta-feira às obras da nova Ponte do Guaíba, o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, confirmou o repasse de novas verbas para a construção. Os R$ 240 milhões anunciados na quinta-feira devem ser repassados ainda neste ano – seria o primeiro investimento do programa Avançar anunciado pelo governo Temer. Outros R$ 54 milhões estão previstos para 2018.

Se repassados, os recursos afastam a possibilidade de demissões de 450 operários, risco que havia com o contingenciamento de verbas federais. — O que nós queremos afirmar é que não faltará recursos. Nós temos praticamente todos os recursos garantidos e a empresa executando as obras no ano que vem nós vamos medindo e o recurso estará totalmente disponível para a conclusão da obra até o fim de 2018. Essa é uma obra de prioridade absoluta do governo federal e do programa Avançar — afirmou Quintella.

Acompanhado de outros dois ministros de Temer — Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil, e Moreira Franco, da Secretaria-Geral —, Quintella explicou que o crédito orçamentário já está no Ministério do Planejamento e a expectativa é que os recursos comecem a ser liberados já na próxima semana, e pagos à medida em que a obra vá caminhando. É possível que a obra volte a ter 800 operários.

Segundo Padilha, o governo trabalha com a perspectiva de que a obra termine no final do próximo ano. A meta é difícil de ser cumprida. Para construir os encontros da ponte com a BR-290, será preciso construir novas casas para mil famílias que moram nas áreas atingidas e reassentá-las, o que exige um investimento de R$ 70 milhões vindos do Ministério das Cidades — e pode levar a data de liberação da travessia para 2019.Desde que a construção da ponte começou, em outubro de 2014, já foram investidos R$ 412 milhões, e a obra está em 55%.




Comentários