COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 14.11.2017

    CAMINHOS DA ZONA SUL

    www.caminhosdazonasul.com.br__________________Paulo Gastal Neto

    Celulose – Com uma semana de antecedência a CMPC – Celulose Rio-Grandense anunciou a retomada das operações da planta dois no complexo da fábrica em Guaíba. O comunicado oficial foi feito na segunda-feira, dia 6. A produção da unidade estava parada desde agosto devido a problemas técnicos em uma das caldeiras. A linha dois é a mais nova do complexo, foi inaugurada em maio de 2015, quadruplicando a capacidade de produção da CMPC. A fábrica de Guaíba saiu de 450 mil toneladas de celulose, produzidas ao ano, para 1,8 milhão de toneladas. O empreendimento foi considerado o maior da história da economia gaúcha desde a implantação do polo petroquímico de Triunfo, no fim dos anos de 1970, envolveu aporte de R$ 5 bilhões. A paralisação da linha dois não chegou a afetar a movimentação do Porto de Pelotas, que continuou embarcando toras nos últimos meses.

    ***

    Superando – Se a notícia da CMPC empolga em um Rio Grande do Sul inteiro repleto de problemas, outra aqui em nossa cidade causou impacto pra lá de positivo na esfera local. O MEC anunciou na semana passada que o Curso de Medicina da UCPEL está autorizado a aumentar o número de vagas já a partir do próximo vestibular. Com a decisão do ministério o total de vagas ofertadas totalizarão 180, tornando a Universidade Católica de Pelotas na maior escola médica do Rio Grande do Sul.

    ***

    Impacto I – Além das vagas proporcionadas, um estudo feito pela própria UCPEL comprova os impactos positivos na região com a criação dessas novas 80 vagas. A expansão do curso da UCPel  também se dá  pela importância dos serviços de saúde prestados à comunidade da região. A Instituição é responsável atualmente por 60% dos atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) no município. Além do trabalho desenvolvido no hospital escola próprio – Hospital Universitário São Francisco de Paula – HUSFP, também atua em cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS).

    ***

    Impacto II – Além dos impactos no sistema de saúde, a mudança traz a geração de novos empregos, com expectativa de incremento direto de mais de R$ 5 milhões no PIB da região em 2018. O curso de Medicina da UCPel completa 55 anos em 2017 e já formou mais de 4,5 mil alunos.  O Campus da Saúde Dr. Franklin Olivé Leite, um dos espaços em que ocorrem aulas, foi totalmente reestruturado recentemente, ampliando espaços de aprendizagem e prática. Uma das novidades do campus será a inauguração do Laboratório de Habilidades Clínicas, espaço em que os estudantes de medicina poderão exercitar procedimentos em manequins de simulação.

    ***

    BR-116 – As Frentes Parlamentares em Defesa da Conclusão da Duplicação do trecho Guaíba-Pelotas da BR-116 da Assembleia Legislativa do RS e da Câmara Federal reúnem-se no próximo dia 27 no Plenarinho da Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, para avaliar os movimentos realizados em 2017 e o planejar ações para 2018. Coordenadas respectivamente pelo deputado estadual Zé Nunes (PT) e Afonso Hamm (PP), as frentes parlamentares engajaram-se nas ações e agendas que resultaram na destinação de mais de R$ 80 milhões por meio de emenda impositiva de bancada ao Orçamento Geral da União 2018, entre outras conquistas.

    ***

    Agro – O produtor e conselheiro do IRGA Fernando Rechsteiner tomou posse como Presidente do Sindicato Rural de Pelotas. A formalização do ato aconteceu na última sexta-feira na sede no sindicato localizada no Parque Ildefonso Simões Lopes, da Associação Rural de Pelotas.

    ***

    Até a próxima!




    Comentários