PROJETO SOBRE OS EFLUENTES DO PORTO DE RG É FINALISTA EM PRÊMIO NACIONAL

    Porto do Rio Grande (Estuário da Lagoa dos Patos-RS): identificação e caracterização dos locais de lançamento de efluentes líquidos nas margens – está entre os cinco finalistas do prêmio ANTAQ.

    A professora Maria da Graça Baumgarten, da Universidade Federal do Rio Grande (Furg) foi indicada como uma das cinco finalistas nacionais do Prêmio ANTAQ 2017 na categoria Artigo Técnico e Científico com o trabalho “Porto do Rio Grande (Estuário da Lagoa dos Patos-RS): identificação e caracterização dos locais de lançamento de efluentes líquidos nas margens”.

    O projeto foi desenvolvido no âmbito do Licenciamento Ambiental do Porto Organizado do Rio Grande junto ao IBAMA. O diagnóstico foi dividido em três fases: Porto Velho, Porto Novo e Superporto. Após, os efluentes foram identificados e todas as informações visuais analíticas foram tabeladas. Foram identificados 107 efluentes na Área do Portuário de Rio Grande.

    O Porto do Rio Grande tornou-se referência na área ambiental sendo o primeiro porto brasileiro a obter uma Licença de Operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), e o primeiro a renovar esta licença, além de ter sido o primeiro a implantar um Programa de Educação Ambiental (ProEA) permanente e continuado.

    O Prêmio ANTAQ tem por finalidade reconhecer iniciativas que se destaquem por sua contribuição na melhoria da prestação de serviços de transportes aquaviários à sociedade, fomentar a pesquisa e a produção acadêmica e disseminar as boas práticas na operação e gestão do setor. A cerimônia de premiação ocorrerá no dia 9 de novembro na sede da ANTAQ em Brasília.




    Comentários