MOBILIZAÇÃO EM DEFESA DA USINA DE RIO GRANDE NA AL HOJE

    Agência Nacional de Energia Elétrica cancelou o empreendimento da Bolognesi em Rio Grande.

    Representantes das empresas ligadas ao projeto da Usina Termelétrica Rio Grande (UTE), lideranças políticas da Região Sul, Governo do Estado, universidades, Câmara do Comercio de Rio Grande e outras entidades estarão reunidas nesta segunda-feira às 15h,  na Assembleia Legislativa. O encontro é promovido pela Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo para tentar viabilizar o empreendimento, que foi cancelado pela ANEEL.

    O encontro tem a liderança pelo deputo estadual Adilson Troca (PSDB), que preside a Comissão. “Nosso objetivo é mobilizar as forças e traçar estratégias de viabilidade técnica e política que auxiliem na concretização da implantação da Usina Termelétrica Rio Grande”, explica o deputado, que defende o investimento como fundamental para o Estado.

    Na última sexta-feira (06) diversas lideranças estiveram reunidas na prefeitura de Rio Grande para fomentar apoios para a instalação da UTE.  A reunião de segunda-feira será para ampliar as discussões, somando os esforços.

    Os direitos de instalação da UTE Rio Grande pertencem a Bolognesi Energia S.A. O grupo norte americano New Fortress Energy estava negociando a compra do projeto, porém a Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel) revogou a autorização de instalação do projeto em decisão anunciada nesta semana. O presidente da Câmara de Comércio de Rio Grande, Antônio Carlos Bachieri Duarte, juntamente com o Chefe da Casa Civil, Fábio Branco, vão à Brasília, também nesta segunda-feira para tratar do assunto com a ANEEL.




    Comentários