EVENTO DA UCPEL, ESTA SEMANA, APONTA TENDÊNCIAS PARA O CENÁRIO DE 2018

    Mapear alguns dos possíveis cenários para o ano de 2018 nas áreas Sociopolítica, Economia, Políticas Públicas, Inovação, Agronegócio e Educacional será o propósito da terceira edição do evento 2018 – Cenários, Tendências e Desafios. Marcada para ocorrer no dia 05 de outubro, às 14h, no Auditório Dom Antônio Zattera, a série de painéis proposta pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel) irá contar com a presença de pesquisadores e profissionais de mercado aptos a traçar possíveis caminhos ao atual cenário instável do país.

    Abrirá a programação do evento a apresentação do panorama Sociopolítico. A diretora do Instituto Pesquisas de Opinião (IPO), Elis Radmann, será a responsável por tentar identificar como a região sul enfrenta e enxerga o momento político instável do país. Devido sua experiência na gestão do Instituto, a socióloga poderá interpretar a movimentação sociocomportamental, socioeconômica e sociopolítica da região e do estado.

    Na sequência, o tema a ser abordado será sobre Economia e Políticas Públicas. O Superintendente de Riscos e Economia do Sicredi, Alexandre Englert Barbosa, e o professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Felipe Garcia Ribeiro, serão os responsáveis por traduzir cenários que influenciam a vida de todos. “O professor Felipe vai mostrar formas de melhor direcionar a criação de políticas públicas para sua otimização, especialmente em momentos de restrição financeira”, adianta o professor da UCPel, Ezequiel Insaurriaga Megiato.

    Inovação e Agronegócio segue tendo espaço no evento como em anos anteriores.  Os convidados serão o Diretor de Negócios da Nodo (empresa especializada em Web e Mobile com sede nos Estados Unidos), Paulo Faulstich, e o professor e pesquisador da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Ênio Giotto. De acordo com Megiato, o diretor da Nodo vai mostrar como a inovação aliada às tecnologias pode ampliar o horizonte de empresas. Já o pesquisador da UFSM deverá criar um elo entre agronegócio e inovação.

    Finaliza o evento a participação da consultora, ex-diretora da Capes e egressa da UCPel, Carmen Moreira de Castro Neves. A convidada irá traçar um cenário educacional para 2018. Na avaliação de Megiato, o evento pode ajudar gestores a mapear a previsibilidade dos cenários a médio prazo. “Os dados abordados no evento podem ajudar nas definições do planejamento estratégico e auxiliar gestores a antever o cenário futuro a tempo de se preparar para ele”, pontua.

    O evento é voltado para gestores tanto da iniciativa pública quanto privada, lideranças da região, empresas, entidades de classe, acadêmicos e instituições.

    05/10

    14h – Abertura

    Professor Ezequiel Megiatto

    14h15min

    Panorama Sócio Político – Elis Radmann – Diretora do IPO

    14h45min

    Painel 1 – Economia e Políticas Públicas

    Alexandre Englert Barbosa – Superintendente de Riscos e Economia do Sicredi

    Felipe Garcia Ribeiro – Professor e coodenador PPG em Economia da UFPel

    16h15min – Intervalo

    16h30min

    Painel 2 – Inovação e Agronegócio

    Paulo Faulstich – Diretor de Negócios Nodo

    Ênio Giotto – Professor e pesquisador UFSM

    19h 

    Cenário Educacional

    Carmen Moreira de Castro Neves – Consultora e ex-Diretora da CAPES




    Comentários