COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 26.09.2017

CAMINHOS DA ZONA SUL

www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

PPP – A coluna não se cansará de elogiar as Parcerias Público Privadas como forma de incrementar os serviços públicos, aliás, este deveria ser o propósito. O problema é que nem o básico os governos estão conseguindo fazer ou manter, portanto as PPPs se tornam a saída única para o incremento de soluções. No caso em questão o novo empreendimento Parque Residencial Domingos de Almeida tornou-se o primeiro do setor imobiliário a apoiar o “Pacto Pelotas pela paz”, justamente através de uma parceria público-privada (PPP).  Através da iniciativa haverá a aquisição e instalação de duas câmeras 360° ­de última geração – disponibilizadas na região do empreendimento, no Bairro Areal. A parceria também resultará na implantação da fibra ótica, que possibilitará a conexão da rede da Prefeitura às salas de videomonitoramento da Brigada Militar (BM).  Desta maneira, a sala de operações da BM receberá as imagens em tempo real, ampliando assim o trabalho de segurança dos órgãos. Outra melhoria será o apoio à reforma da sala de operações do centro de monitoramento da BM, com a instalação de três telas de videomonitoramento e outros equipamentos necessários. A reforma e ampliação de equipamentos para o refeitório da Brigada Militar possibilitará a realização de cursos de formação para novos soldados.

***

O empreendimento – Um dos pontos tradicionais da cidade, o bairro Areal, ganhará em breve o Parque Residencial Domingos de Almeida. Com área total de 113.603,26m², dividido em 380 lotes, conta com uma estrutura completa e está localizado a 300 metros da Avenida Domingos de Almeida. A avenida passa por um processo de pavimentação e requalificação, incluindo obras de drenagem, sinalização viária, mobiliário urbano, paisagismo, urbanização e iluminação pública. O Parque Residencial Domingos de Almeida contará com terreno padrão com área total de 175 m² e dimensões de 7 por 25 metros. O projeto do empreendimento praça arborizada, quadra esportiva, playground e diversos recantos contemplativos. O Residencial Domingos de Almeida é uma realização da Arcádia Urbanismo e da Melnick Even Urbanizadora. O empreendimento fica na Rua Comendador Rafael Mazza e a previsão é de que fique pronto em 24 meses.

***

Ainda PPP – A Azonasul estará promovendo na próxima quinta-feira, 28, um ‘Workshop’ justamente sobre ‘Parceria Público Privada para o desenvolvimento das cidades’! Confirmada a presença do representante da PPP Brasil e consultor especialista em PPPs da Empresa Radar PPP, de São Paulo, advogado Bruno Pereira. As inscrições podem ser feitas até hoje diretamente na sede da Azonasul através do telefone 53 3272 3842 ou na Rua Andrade Neves, 2077 – 6º andar, aqui em Pelotas. O público alvo obviamente prefeitos da região e seus respectivos procuradores. Só quem não quer ver, ou melhor, não enxerga mesmo é que ainda não se deu conta que esta é a saída imediata para que os gestores conquistem avanços em tempos de retração total do estado e da união por falta de recursos para investimentos.

***

Finalmente – O Governo do Estado autorizou o início das obras para a construção da nova ponte sobre o arroio do Costa, principal acesso a Piratini. A nova ponte terá uma extensão de 159 metros, terá o custo total de R$ 6.304.864,01 e será feita pela empresa Traçado Construções e Serviços.  A ponte, localizada no Km 19,5 da ERS-702, vem apresentando problemas estruturais há mais de vinte anos e, em algumas situações, impede o acesso de veículos pesados ao município. O pleito é uma das bandeiras sempre destacadas nos encaminhamentos da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) tendo sido alvo dos debates durante a última reunião com o governador José Ivo Sartori, realizada em Pelotas.

***

Porto – Foi entregue na semana passada mais uma etapa da obra de modernização do Porto Novo, cais público do Porto do Rio Grande. Desta vez foram 150 metros, lembrando que a obra está em execução desde 2014 e deve ser concluída ainda este ano. A obra está sendo executada pela Cejen Engenharia com recursos do Governo Federal. Até o momento, já são 975 metros entregues à operação em fase de testes. A modernização inclui ainda o aumento de área operacional em mais de 11 mil metros quadrados, visto que da estrutura antiga são 11 metros a mais em direção à lagoa. O cais possui cerca de 1900 metros alinhados e a obra está modernizando 1.125 metros. Esta é a maior obra já realizada no cais do Porto Novo desde sua inauguração em 1915. O projeto está sendo executado pelo Governo Federal, através do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.  Estão sendo investidos no Porto do Rio Grande cerca de R$97 milhões.

***

Até a próxima!

Comentários