Comentário da hora

    Da série “sinal dos tempos”:

    As fotos a seguir foram feitas em Pelotas, na Avenida Fernando Osório, na última sexta-feira, por volta das 14h30min. Um antigo motel, agora transformado em alojamento, está abrigando dezenas de funcionários da Quip, que chegaram a cidade durante a última semana e trabalharão no estaleiro rio-grandino. 

    Segundo informações, 100 baianos e 100 cariocas ficarão hospedados em Pelotas durante aproximadamente um ano (a princípio), enquanto trabalharão diariamente em Rio Grande. Estacionados nesta avenida, 3 ônibus (2 Universal e 1 Kopereck) para realizar o transporte de parte deles. Desculpem a qualidade das imagens, foram tiradas de dentro do carro :-)


     ________________________________________________________  
    Curta o Blog no Facebook 

    Siga o Blog no Twitter
    Receba as atualizações do Blog no seu e-mail (newsletter)   




    Comentários

    4 comments

    1. Francisco Guerra

      A Princípio ficarão no máximo 4 meses que é o tempo de terminar as obras da Quip em Rio Grande, que são a P63, P58 e P55. Depois disso se a Quip não ganhar novas licitações não terá mais nenhuma obra e esses trabalhadores “nômades” tanto que estão em Rio Grande como em Pelotas devem voltar para suas cidades ou procurar obras em outros estaleiros.

    2. Sim Francisco, a informação oficial é de que em 4 meses estarão finalizadas as obras da Quip na Honório, mas será que o fato deles alugarem o alojamento por 1 ano não indica que, de fato, possa atrasar? Por enquanto são informações extraoficiais, mas muito se fala sobre os atrasos, especialmente depois da demora no EAS.

      Abraço!
      Marcelo

    3. Francisco Guerra

      Vamos torcer para que não tenha atrasos, isso deixaria “mal visto” pela Petrobrás o Polo Naval de Rio Grande pela presidente Graça Foster que é super exigente. Na última visita aos estaleiros ela ficou bem satisfeita com o ritmo das obras. Torcer sim para que os estaleiros ganhem novas licitações para não haver “lacunas” de tempo entre as construções. Quando terminarem essas três plataformas ainda haverá a construção dos 8 cascos pelo estaleiro ERG1, a P74 que será construída ali ao lado em São José do Norte pela EBR e o estaleiro ERG2 assim que tiver pronto já começa a construção dos 3 navios sondas. Tomara que venham mais obras. Tudo isso tá impulsionando muito o desenvolvimento de Rio Grande e cidades do entorno. Abraço.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.