DEPUTADO LINDENMEYER PARTICIPA DE REUNIÃO COM O PRESIDENTE LULA SOBRE O POLO NAVAL

A Frente Parlamentar Mista em Defesa da Indústria Naval Brasileira foi recebida pelo presidente Lula, na quarta-feira (20/03), no Palácio do Planalto, para debater a retomada da indústria naval no país. Segundo o deputado federal Alexandre Lindenmeyer (PT-RS), presidente da Frente, na reunião, que durou uma hora e meia, o presidente Lula reafirmou o compromisso com a retomada da indústria naval no Brasil.

Segundo o parlamentar, Lula informou que o governo federal já tem um acúmulo sobre o tema e está discutindo todas as alternativas para que a indústria naval volte a construir no país com força, gerando emprego e renda de qualidade. O presidente também disse que vai pedir que a Petrobras avance no tema da indústria.

“Foi uma reunião muito produtiva, onde pudemos apresentar os pontos que achamos necessários para avançar nas políticas públicas para fortalecer e impulsionar o setor naval brasileiro. As propostas são resultado dos debates que fizemos ao longo de 2023 pela Frente Parlamentar e que envolveu, além de deputados, representantes dos trabalhadores e da indústria”, disse Lindenmeyer ao final do encontro.

Entre as medidas apresentadas pela Frente Parlamentar ao presidente Lula para colaborar com a retomada da indústria naval estão a obrigatoriedade de conteúdo local, penalidade para o não cumprimento de conteúdo local, financiamento através do Fundo de Marinha Mercante (FMM) e bancos de fomento como o BNDES, fundo garantidor e incentivos, desoneração da folha para o setor naval e marítimo e revisão de impostos de importação de navios.

O presidente da Frente Parlamentar na Assembleia do Rio Grande do Sul, deputado estadual Miguel Rossetto (PT), comemorou a decisão política do governo e lembrou que o RS tem grandes estaleiros prontos para operar e mão de obra qualificada. Também participaram da audiência com Lula, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, o vice-presidente da Frente Parlamentar, deputado federal Carlos Veras (PT-PE), o presidente da Transpetro, Sérgio Bacci, representantes da FUP, Confederação Nacional dos Metalúrgicos, Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte Aquaviário e Aéreo, na Pesca e nos Portos (Conttmaf), Sinaval. “Saímos convencidos de que a indústria será retomada e que os empregos voltarão, do Rio Grande até o norte do Brasil”, declararam.

Comentários