EMPRESAS E INSTITUIÇÕES MOSTRAM INOVAÇÕES NAS VITRINES DA ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ

 

Entre as novidades para esta edição da Abertura da Colheita, o diretor técnico da Federarroz destaca as novas cultivares da Embrapa e também do Irga. Foto: Carlos Queiroz

Áreas de amostra de cultivo de arroz, soja e milho reúnem 40 vitrines com novas tecnologias no evento que será realizado em Capão do Leão

Restando menos de 60 dias para a 34ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, uma das grandes atrações do evento se encontra em fase final de cultivo. Trata-se das áreas das Vitrines Tecnológicas, que reunirão, este ano, 40 estações expondo novas tecnologias para obtenção da totalidade do potencial produtivo de arroz, soja e milho. As pequenas lavouras, que servem de amostra para o produtor, estão sendo preparadas para receber os visitantes entre os dias 21 e 23 de fevereiro, na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão.

O diretor técnico da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), André Matos, conta que os materiais de soja e de milho estão no início reprodutivo, assim como os materiais de arroz. Ele diz que já nesta semana será possível ver panículas de arroz emergidas. “A ideia, agora, é ir protegendo esses cultivares de arroz, soja e milho das principais pragas e doenças com os produtos que fazem parte das Vitrines Tecnológicas, todo o portfólio de proteção de cultivos a gente aplica, o que tem de melhor ali dentro da vitrine, para poder dar garantia de que teremos plantas expressando o seu melhor e o seu máximo potencial produtivo”, explica o dirigente.

Entre as novidades para esta edição da Abertura da Colheita, o diretor técnico da Federarroz destaca as novas cultivares da Embrapa e também do Irga. Além destas variedades, os produtores poderão conferir o desempenho das novas versões de materiais de outras empresas participantes da vitrine. Matos antecipa, também, que na soja, haverá muitas empresas com portfólio tanto de sementes quanto de produção de cultivos, assim como no milho. Além das culturas de grãos, a pecuária também ganha cada vez mais espaço nas Vitrines Tecnológicas onde várias espécies forrageiras estão implantadas visando trazer alternativas de manejo de pastagens de inverno e de verão.

A 34ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas, que tem como tema este ano “Gestão Potencializando Safras”, é uma realização da Federarroz e correalização da Embrapa e do Senar RS com o Patrocínio Premium do Instituto Riograndense do Arroz (Irga). Informações e inscrições gratuitas podem ser obtidas diretamente no site do evento em colheitadoarroz.com.br.

Foto: Carlos Queiroz/Divulgação
Texto: Ieda Risco/AgroEffective

Comentários