ESPECIAL DE DOMINGO: MAIOR FEIRA DE INOVAÇÃO INDUSTRIAL DA AMÉRICA LATINA SERÁ CARNONO NEUTRO

Mercopar é a maior feira de inovação industrial da América Latina – Foto: Zé Carlos de Andrade

Startup AKVO irá desenvolver projeto inédito para a Mercopar, que acontece em Caxias do Sul (RS), a partir do próximo dia 17 de outubro

Criada por um trio de biólogos de Erechim (RS) que buscava desenvolver uma ferramenta para que pequenas e médias empresas pudessem ingressar na jornada da sustentabilidade de forma simples e prática, a startup AKVO ESG (www.akvo-esg.com) terá no próximo mês de outubro um de seus maiores desafios em pouco mais de um ano de existência. A empresa fará a gestão ambiental da Mercopar 2023, a maior feira de inovação industrial da América Latina, que ocorre de 17 a 20 de outubro, em Caxias do Sul, no coração da Serra Gaúcha.

O projeto não poderia ser mais oportuno. Em sua 32ª edição, o evento promovido pelo braço gaúcho do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae RS) em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs) com foco na geração de negócios, terá o ESG como tema destaque de sua robusta programação de conteúdo. A sigla, que se refere à inserção de ações Ambientais, Sociais e de Governança, nunca esteve tão presente na estratégia de empresas em todo o mundo. E na indústria, isso não é diferente.

“Sempre tivemos um olhar atento a essas temáticas e neste ano, com o apoio de uma startup que é um case de sucesso dentro da nossa organização, daremos um passo importante, alinhado com o que há de mais atual no mercado”, destaca o diretor técnico do Sebrae RS, Ayrton Ramos.

Estratégia carbono neutro: como funciona? 

O trabalho se dará a partir de uma estratégia que inclui a elaboração do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) e a compra de créditos de carbono certificados para sua compensação, a feira será um evento Carbono Neutro. Cada tonelada de CO2 emitida no evento equivale a um crédito de carbono que será adquirido a partir de projetos certificados nacional e internacionalmente. A estimativa é de que as emissões da feira necessitem de pelo menos 200 créditos de carbono para neutralização. O valor de sua aquisição será utilizado como incentivo financeiro para projetos voltados para a conservação do meio ambiente, o combate ao aquecimento global, o desenvolvimento sustentável das comunidades e o estabelecimento de práticas de agricultura regenerativa. O cálculo será feito dentro da Plataforma AKVO com base na metodologia GHG Protocol, reconhecida mundialmente.

A ferramenta da startup agiliza o processo de coleta de dados, a geração dos resultados em tempo real e a gestão das emissões, fornecendo relatórios automatizados para facilitar o controle de informações, seja para empresas, eventos e outras organizações. O objetivo da tecnologia é medir a pegada de carbono a partir de indicadores como consumo de combustíveis (gás, gasolina, diesel), consumo de energia elétrica e geração de resíduos.

Segundo explica o diretor técnico da AKVO, Thomaz Tomazoni, o objetivo final é tornar o evento mais sustentável e afirmar seu compromisso com as questões ambientais, sociais e de governança. Para tanto, a equipe da AKVO está trabalhando em conjunto com a organização da Mercopar buscando a implantação e o cumprimento dos critérios e temas relevantes da ISO 20.121, que estabelece as diretrizes para avaliação de eventos sustentáveis. “Inventariar as emissões de GEE é fundamental para que a organização do evento obtenha um diagnóstico completo e identifique quais são as fontes mais representativas e onde estão as oportunidades de redução para as próximas edições. Assim, além da neutralização das emissões desta edição, será possível traçar um plano de redução para os anos subsequentes, com estratégias de curto, médio e longo prazo”, explica.

Impactos Ambientais, Sociais e de Governança

Os resíduos gerados durante todo o período de montagem, realização e desmobilização da Mercopar 2023 serão segregados para receberem a destinação mais adequada. Os banners e lonas serão recolhidos por uma empresa que os utiliza como matéria-prima para confecção de bolsas e cuja renda é revertida para famílias de comunidades da Restinga. Os recicláveis serão encaminhados para associações e cooperativas de recicladores de Caxias do Sul, contribuindo para a geração de renda para estes trabalhadores, além de proporcionar o reaproveitamento dos materiais.

A AKVO-ESG também acompanhará de perto as ações, analisando a documentação, os manuais, políticas e contratos do evento, assegurando que os critérios estejam de acordo com o exigido pela legislação e com os princípios do ESG e da sustentabilidade. Além disso, a equipe da AKVO estará presente nos processos de montagem e desmontagem, avaliando a segregação e destinação dos resíduos e as questões de saúde, acessibilidade e segurança também durante o evento.

A Mercopar terá entrada gratuita para o público em geral a partir dos 18 anos, proporcionando a todos o contato com um ambiente de inovação e empreendedorismo e com as grandes marcas do setor industrial.

A Gestão ESG para eventos mais sustentáveis permite que os organizadores:

  • Assumam um compromisso público diante da questão climática e da sustentabilidade;

  • Quantifiquem e compensem as Emissões de Gases de Efeito Estufa associadas ao evento e/ou permitam aos participantes compensar sua parte nas emissões;

  • Identifiquem oportunidades para redução das emissões em edições futuras;

  • Comuniquem a pegada de carbono do evento para os participantes e o público em geral;

  • Incentivem os envolvidos a partirem para a ação e assumirem escolhas de baixo carbono para suas vidas;

  • Encontrem as melhores opções de gerenciamento de resíduos, optando pelas mais sustentáveis e ambientalmente adequadas;

  • Causem impacto positivo na comunidade do entorno, desenvolvendo ações como a destinação dos recicláveis para cooperativas e/ou associações de recicladores, a geração de renda por meio do reaproveitamento de banners e lonas na produção de itens de vestuário, garantia do cumprimento da legislação trabalhista e normas de segurança do trabalho para todos os prestadores de serviço, por meio da conferência da documentação necessária e fiscalizações, entre outros.

Segundo o diretor técnico da AKVO, Thomaz Tomazoni (E), o objetivo final é tornar o evento mais sustentável e afirmar seu compromisso com as questões ESG – Foto: Michele de Oliveira

AKVO-ESG 

A AKVO-ESG é um desdobramento da FAU Agricultura e Meio Ambiente, empresa que desenvolve há mais de uma década projetos sustentáveis de viés tecnológico e inovador aplicados ao agronegócio. O ingresso no mercado de forma efetiva se deu em novembro do ano passado. No primeiro semestre de 2023, a AKVO atuou na Gramado Summit, em Gramado (RS), onde realizou um trabalho similar, tornando o evento carbono neutro. Contudo, para a Mercopar os desafios serão maiores e mais complexos. Mais de 600 expositores devem preencher quase que na totalidade um espaço de 38 mil metros quadrados do Centro de Feiras e Eventos Festa da Uva durante os quatro dias de realização. O trabalho da AKVO, contudo, inclui aferições que vão desde os processos de montagem até a desmontagem final da feira, após o seu encerramento oficial.

Mercopar 2023

A Mercopar chega a sua 32ª edição de 17 a 20 de outubro, no Centro de Feiras e Eventos Festa da Uva, em Caxias do Sul. Em 2022, a maior feira de inovação industrial da América Latina reuniu 512 expositores e gerou um número recorde de R$ 430 milhões em negócios, um crescimento de 77% em relação ao ano anterior. Foram mais de 35 mil visitantes e mais de 200 horas de conteúdo durante os quatro dias do evento. O evento possui foco voltado para a geração de negócios e promoção de conteúdo de segmentos como metal mecânico, tecnologia da informação, energia e meio ambiente, borracha, automação industrial, plástico, eletroeletrônico, movimentação e armazenagem.

Comentários