AZEITE DE CANGUÇU RECEBE PRÊMIO INTERNACIONAL

Os azeites Potenza Frutado e Potenza Intenso. (Roberta Pereira/Divulgação)

Do Diário Popular – Pelotas

O azeite Blend frutado da linha Potenza, produzido na Fazenda Serra dos Tapes, no município de Canguçu, foi reconhecido como o melhor azeite do Hemisfério Sul no Prêmio de Qualidade Mario Solinas, principal reconhecimento do mundo do azeite. Criado pelo Conselho Oleícola Internacional (COI), Mario Solinas Quality Award é considerado o mais importante prêmio da comunidade internacional do azeite de oliva extravirgem. A entrega do prêmio ocorre em Madri, na Espanha, durante cerimônia no dia 23 deste mês.

Esta é a primeira vez que um azeite brasileiro conquista esse reconhecimento. O Prêmio de Qualidade Mario Solinas foi criado em homenagem ao pesquisador italiano Mario Solinas, responsável pelo desenvolvimento dos parâmetros de qualidade para avaliação e classificação do azeite de oliva usados mundialmente hoje.

O blend frutado do Azeite de Oliva Extravirgem Potenza foi elaborado pela Sommelier de Azeites e Mestra de Lagar da Fazenda Serra dos Tapes, Cláudia Santos, sócia do empreendimento junto com Jerônimo dos Santos, Rubens dos Santos e Tatiane Moraes. Com acidez máxima de 0,014%, o azeite é preparado com as variedades arbequina, coratina e frantoio, cultivadas dentro dos mais altos padrões de qualidade.

Do cultivo ao armazenamento, todas as etapas passam pela análise minuciosa da especialista. Segundo Cláudia, o Potenza “Frutado” é ideal para acompanhar risotos, carnes brancas, queijos, molhos suaves, saladas, frutos do mar e doces. No desenvolvimento do azeite Potenza, a especialista também criou uma referência de consumo similar ao do vinho. Com isso, a versão frutada harmoniza com alimentos que combinam com vinhos brancos, rosés e Espumantes.

“Estamos muito honrados e orgulhosos com um reconhecimento tão importante como o Mario Solinas, considerado o ‘Oscar’ da comunidade internacional. Esta é uma conquista não só para a Fazenda Serra dos Tapes, como para os produtores de todo o Brasil. Nosso objetivo sempre foi oferecer aos consumidores um produto de alta qualidade e com ótimo custo-benefício, acelerando a iniciação dos consumidores no mundo dos azeites. Este prêmio vem para reforçar e coroar nossa dedicação”, comemora a sommelier.

“Um produtor brasileiro gaúcho conquistar o prêmio Mario Solinas representa uma mudança de nível: subimos no patamar do reconhecimento internacional. Por se tratar do ‘Oscar’ dos azeites, o Brasil consolida-se como um país produtor de azeite de oliva extravirgem de qualidade”, comemora o presidente do Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), Renato Fernandes.

Segundo ele, a partir de agora as portas do mercado internacional estão abertas para o produtor brasileiro. Azeite virgem não é extravirgem é a campanha que a Ibraoliva promove no mercado interno, para destacar a diferença de qualidade entre os azeites importados comercializados do mercado brasileiro, em que uma parcela importante s?o azeites virgens, com defeitos, que ostentam rótulos de extravirgem”, reforça Fernandes.

Produção de azeite em expansão
O Lagar da Fazenda Serra dos Tapes processou na safra 2023 cerca de uma tonelada de frutas, resultando em mais de 100 mil litros de azeite. Os olivais da fazenda foram responsáveis por 40% deste volume. Em 2022, primeira safra da fazenda, foram produzidos cerca de 10 mil litros de azeite. Já em 2023, a produção chegou aos 41 mil litros. Para o próximo ano, a expectativa é chegar a 71 mil litros.

A linha Potenza também conta com a versão “Intenso”, produzida com Picual, Koroneiki e Frantoio e acidez máxima de 0,017%. O produto é ideal para acompanhar legumes grelhados, pães, saladas, carnes e massas. Seguindo a referência de consumo similar ao do vinho, criada pela sommelier, o Potenza “Intenso” pode ser consumido com pratos que acompanham os vinhos tintos.

“Potenza foi a palavra escolhida para reforçar a transição do paladar do consumidor brasileiro, que acostumado a azeites de safras antigas e consequentemente sem intensidade, passa a conhecer a potência dos azeites jovens e extravirgens, produzidos no ano. Essa mudança tem os blends frutados e intensos como protagonistas”, explica Cláudia.

Fazenda Serra dos Tapes
Com 210 hectares, divididos entre os olivais Trapeira e Paraíso, na Fazenda Serra dos Tapes são produzidas as linhas de Azeites de Oliva Extravirgem Potenza e Pecora Nera. Localizada
no município de Canguçu, a fazenda ocupa um local estratégico para o cultivo de oliveiras, entre os paralelos 30°S E 45°S, região que apresenta condições ideais de temperatura e luz solar.

Aberta a visitações, a Fazenda Serra dos Tapes integra a Rota dos Olivais da Serra dos Tapes e oferece experiência completa de imersão na cultura milenar do azeite de oliva, com visual privilegiado, instalações projetadas para total conforto e segurança, além de Lagar com equipamentos de última geração.

Edição especial
Para celebrar a conquista do Mario Solinas Quality Award, a entidade concedeu à Fazenda Serra dos Tapes 3,9 mil selos numerados para o Potenza Frutado. Em breve, a edição especial será vendida em garrafas de 250 mililitros diretamente na fazenda e também no e-commerce, pelo valor de R$ 60,00.

Onde encontrar
As duas versões do Azeite de Oliva Extravirgem Potenza são vendidas diretamente na Fazenda Serra dos Tapes, no e-commerce da marca e em empórios de luxo das principais capitais do País, em garrafas de 250 ou 500 mililitros. Os preços variam entre R$ 50,00 e R$ 70,00 (garrafas de 250 ml) e R$ 70,00 a 90,00 (500 ml). Em breve, a linha Potenza poderá ser encontrada nas unidades do Empório Santa Maria e na rede Carrefour da capital paulista.

Comentários