FURG COORDENA LABORATÓRIO NA AMAZÔNIA

O laboratório flutuante do Centro Vocacional Tecnológico da Agrobiodiversidade Bailique-Rio Grande MCTI chegou na semana passada (19/10) no Arraiol, comunidade do Arquipélago do Bailique, onde ficará atracado. O laboratório é coordenado pela FURG – Universidade Federal do Rio Grande. O acesso ao local é feito somente por via fluvial no Rio Amazonas.

O projeto do CVT, totalmente financiado com recursos públicos, está em curso desde 2016, contribui para a inclusão social e o desenvolvimento sustentável das comunidades locais, por meio da formação de recursos humanos e da agregação de valor à cadeia produtiva do açaí, base da economia local.

No Bailique está o único açaí com certificação FSC de manejo sustentável do mundo. A estrutura será utilizada como sala de aula e abrigará laboratórios, cozinha para atividades práticas do curso de técnico em alimentos da biodiversidade, almoxarifado e uma planta para liofilização do açaí.

O flutuante entrará agora em fase de finalização, com a montagem dos equipamentos e complementos para o fundeio. O CVT Bailique – Rio Grande, planejado a partir do Protocolo Comunitário, é coordenado pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), em parceria com a Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (OELA), Associação das Comunidades Tradicionais do Bailique (ACTB), Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDEM), entre outras entidades públicas e privadas.

Comentários