NEGÓCIOS QUE VALORIZAM A VIDA GANHAM ESPAÇO NO ECOSSISTEMA DE INOVAÇÃO DO SUL

Com apoio de Venture Building da Semente Negócios, que nasceu no Rio Grande do Sul, as startups Têssa, BioDos e Cooltivando, trabalham com projetos que resolvem problemas reais da região

Negócios de impacto são aqueles que procuram resolver questões existentes em um determinado espaço geográfico com a intenção de causar efeito positivo em camadas socioambientais e gerar valor compartilhado. Esse é o conceito de inovação que valoriza a vida, defendido pela Semente Negócios, empresa de educação empreendedora que tem o propósito de promover a prosperidade sem perder o senso de comunidade, cooperação e empatia. Com apoio da venture building da instituição essa vertente tem crescido na região e chegou até às startups Têssa, BioDos e Cooltivando, que fomentam o território em termos econômicos e sociais.

E não são só elas, já que o Sul é uma das regiões que mais tem crescido no setor de inovação. O ranking que comprova essa tese foi feito pela Startup Ecosystem Index Report 2021 com as cidades que são os melhores ecossistemas para surgimento e crescimento de empresas de base tecnológica. Nele, Curitiba (PR) aparece na segunda posição, enquanto Porto Alegre (RS), na quinta, e Florianópolis (SC) em sexto lugar. “Esse destaque mostra a importância dessas cidades para todo o Brasil, mas nós queremos chamar a atenção para soluções que realmente trabalham em prol do local onde estão inseridas, proporcionando empregos, renda, e produtos que modificam a vida das pessoas”, diz o CEO da Semente Negócios, Márcio Jappe.

É o caso da Têssa, startup fundada por duas mulheres de Florianópolis (SC) que desenvolve uma rede de confiança para promoção de segurança para mulheres. Feito por meio do “Biju”, um botão de emergência disfarçado de acessório que se conecta via bluetooth a um aplicativo de celular, o chamado é gerado em momento de insegurança e recebido por alguém da confiança da usuária.

Já a BioDos, de Porto Alegre (RS), que ainda está em período de desenvolvimento, está produzindo um sistema para identificação e mensuração da incidência de raios ultravioleta em alguma superfície, podendo ser na pele, no campo, em tecidos, em lentes para óculos, e em diversos outros contextos. A startup busca dar agilidade e coerência nos dados para entregar às empresas o índice de incidência de raios UV na superfície testada. “Essa solução pode neutralizar e entregar, além de mais rápido, mais assertividade na mensuração desse tipo de raio impactando na vida útil do produto, mas também como consequência no corpo e olhos, por exemplo”, afirma o CEO sobre o negócio.

Por último, a Cooltivando, de Curitiba (PR), é uma plataforma para identificação e legalização de produtores artesanais e rurais, os quais não estão legalmente vinculados aos municípios devido a diversos fatores. Além de os tornar produtores autorizados a operar, recolhem tributos para o município, integra as comunidades e pode alavancar os negócios locais através de incentivos municipais.

“O diferencial dessas três startups que nós decidimos apoiar é que elas fortalecem as comunidades por meio de práticas e de ecossistemas empreendedores e estimulam a complexidade econômica de todo o território Sul.  Sem contar que elas também trabalham para impactar as mazelas sociais, criando por vezes produtos, serviços ou formas de operação inovadoras”, completa Jappe.

Autoridade no território Sul

Além de apoiar inovação, a Semente também faz parte desse ecossistema. Com origem no Rio Grande do Sul é uma das pioneiras no apoio ao desenho, desenvolvimento e aceleração de negócios de impacto. Em parceria com organizações como Instituto Nexxera, SEBRAE-SC, ICOM Florianópolis e Social Good Brasil, é responsável por estruturar diversos programas focados no tema, apoiando equipes empreendedoras. A Semente também apoiou a implantação de iniciativas de inovação em empresas tais como SoftPlan, Cianet, NSC e AltoQI, entre outras, além de ter atuado em programas de inovação junto à incubadora MIDI e ao LinkLab na ACATE.

Em outros estados da região, há ainda parcerias com o Instituto Hélice, Caldeira e Randon, para conectar empresas e startups do Rio Grande do Sul, conquistando mais espaço no ecossistema de inovação do Sul.

Sobre a Semente Negócios:

A Semente é uma empresa de educação empreendedora que aposta na inovação como ferramenta para a geração de prosperidade, desenhando e executando projetos customizados como planejamento de inovação, Lab de Inovação, programas de intraempreendedorismo, criação de Hubs de Inovação, programas de Inovação Aberta, aceleração de Startups em Periferias, aceleração de startups digitais, empreendedorismo Feminino e desenvolvimento territorial.

 

Comentários