PRESIDENTE DA FIERGS DESTACA OS AVANÇOS DA TECNOLOGIA INDUSTRIAL NA FEIRA DE HANNOVER

Presidente da FIERGS destaca os avanços da tecnologia industrial na Feira de Hannover – Crédito foto: Enir Grigol

A edição de 2022 da Feira de Hannover fechou com um saldo de 75 mil visitantes presenciais – além de 15 mil que participaram digitalmente – interagindo com 2,5 mil expositores, nessa que é a principal vitrine de tecnologia industrial do mundo. Após dois anos de pandemia, que impediram a sua realização na cidade alemã, o retorno do público foi saudado por expositores e organizadores como extremamente positivo. A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN), juntamente com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RS), organizou uma missão brasileira com mais de 90 integrantes ao evento. “Foi uma feira menor do que a última edição realizada, mas que não perdeu o brilho, especialmente pelos inúmeros lançamentos mostrados neste período pós-pandemia, em que estamos procurando voltar à normalidade”, destaca o presidente da FIERGS e do Conselho Deliberativo do Sebrae-RS, Gilberto Porcello Petry, que liderou a comitiva.

Segundo Petry, a edição deste ano da feira, que encerrou nessa  quinta-feira, teve como foco a apresentação de tecnologias e soluções industriais nos campos da automação e digitalização, com aplicação na indústria 4.0, e com forte apelo na temática de energias renováveis, especialmente hidrogênio verde. Além disso, ressalta, “percebe-se muito desenvolvimento aplicado com a utilização de Inteligência Artificial e robótica, com forte tendência de robôs colaborativos, permitindo realizar operações juntamente com o ser humano, sem risco de acidentes”. Quem visitou Hannover acompanhou também novidades em lançamento de produtos, além da automação industrial, energias renováveis e limpas, logística industrial, economia circular, IoT (internet das coisas) e processamento em nuvem. “A flexibilização inteligente da produção, sem a interferência humana na tomada da decisão, é o estágio mais alto de maturidade tecnológica na indústria 4.0”, afirma.

O presidente da FIERGS enfatiza também que de uma forma geral, a indústria gaúcha tem acompanhado bem as inovações, não ficando atrás, em termos tecnológicos, do que o mundo apresenta de mais moderno. “Há um grande esforço que vem sendo realizado, com sucesso, pelas nossas empresas, para incorporação cada vez maior destas novas tecnologias, com vistas a produzir melhor, com menos erros e maior qualidade, aumentando continuamente a competitividade”, diz Petry. Ele conclui afirmando ser importante trabalhar para a construção de uma política industrial que favoreça estes movimentos, desenvolvendo ainda mais a indústria gaúcha e nacional, e conquistando espaços no cenário internacional.

Na edição deste ano, a missão prospectiva da FIERGS e do Sebrae-RS contou com a parceria do governo do Estado, CNI, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento (Apex-Brasil) e Escritório da Holanda no Rio Grande do Sul. Em 2023, a feira será realizada entre 17 e 21 de abril.

Comentários