EMPRESAS JUNIORES DA FURG SÃO DESTAQUE NO PRÊMIO FEJERS

Sete EJs ligadas à universidade receberam a premiação em dezembro de 2021
 
Realizado pela Federação de Empresas Júniores do Rio Grande do Sul (Fejers), o Prêmio Fejers é um importante momento de reconhecimento do trabalho realizado por empresas júniores (EJs) do estado no cumprimento de metas pré-estabelecidas. Na ocasião, sete EJs da FURG foram agraciadas com a premiação, sendo elas: Byte Jr; Casp Jr; EngerSolution; Escala; MAC Alimentos; Opus; e Phi.
 

Atualmente, existem dez empresas júniores na FURG, sendo nove hospedadas em Rio Grande e uma em Santo Antônio da Patrulha; dessas, 70% bateram suas metas anuais. Além deste reconhecimento ainda houve uma premiação individual para a Opus, chamado “EJ transformação”.

De acordo com o coordenador de empreendedorismo e incubação de empresas da FURG, Alessio Almada, são encontros como este que favorecem a troca de experiências entre os empresários juniores. “Ali também é possível estabelecer contatos e potencializar as redes de relacionamento, tanto agora, como no futuro”, disse o professor.

“No evento foi possível que os estudantes que estão conectados a esse movimento autônomo das EJs recebessem importantes feedbacks do trabalho que desenvolvem, auxiliando-os na orientação de suas empresas norteando seus modelos de negócios, alterando algo ou potencializando o que está dando certo”, completou Alessio.

Por fim, o professor atribui ao reconhecimento estendido às EJs da FURG como um sinal da força do movimento na instituição, ao que ele atribui, também, ao apoio de professores orientadores e da Pró-reitoria de Inovação e Tecnologia da Informação (Poiti) por meio do Parque Científico e Tecnológico (Oceantec), que age como um incentivador da cultura empreendedora dentro da universidade.

Ranking

Outro sinal que aponta a plena expansão da FURG no meio do empreendedorismo se deu pelo reconhecimento também dado pelo Sebrae ao incluir uma das startups incubadas pela FURG em sua lista de “15 startups gaúchas para ficar de olho em 2022”. A empresa TerraMares, situada no Oceantec, produz biofertilizantes para agriculturas e biomoléculas para o ramo do saneamento, além de desenvolver novos insumos com base em microalgas nativas do país com aplicação em diferentes áreas do setor produtivo. Confira a lista na íntegra clicando aqui.

Comentários