STARTUP DO CIEMSUL INSTALA PIAS COMUNITÁRIAS EM PELOTAS

A iniciativa é vinculada à campanha nacional Uma Mão Lava Outra, promovida pela Habitat para a Humanidade

Seis pias comunitárias serão instaladas em regiões de vulnerabilidade social do município pela Eficiobra, startup do Centro de Incubação de Empresas da Região Sul (Ciemsul) da Universidade Católica de Pelotas (UCPel). A ação é vinculada à campanha nacional Uma Mão Lava Outra, promovida pela Habitat para a Humanidade.

O objetivo é levar água e sabão para que moradores de zonas periféricas possam se proteger do novo coronavírus (Covid-19). Foram arrecadados R$ 630 mil em doações para a instalação de mais de 300 pias comunitárias em diversas cidades do país, incluindo Pelotas.

“São chamadas de pias comunitárias, pois ficam na rua, em espaços abertos e à disposição de um amplo fluxo de pessoas, principalmente em localidades sem acesso à água”, explica a sócia-proprietária da Eficiobra, Cristina Rozinsky. Os locais foram definidos junto à Central Única de Favelas (CUFA) e o Instituto Hélio D’Angola.

Apesar da captação de recursos pela Habitat, a Eficiobra fica responsável pela execução do projeto na cidade, uma vez que visa garantir o direito à moradia adequada às populações de maior vulnerabilidade. A parceria entre as empresas ocorreu por intermédio de uma rede nacional de organizações que trabalham com habitações de interesse social.

A montagem das pias tipo tonel já foi iniciada, inclusive com arte do grafiteiro Ges, e a instalação ocorre nos dias 14, 15 e 16 de setembro nas localidades do Porto, Navegantes e São Gonçalo. A iniciativa conta com parceria local de UCPel, APAC, Mercado Skateshop, Eficiobra, CUFA, Instituto Hélio D’Angola e Otroporto.

Comentários