COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 05.05.20

CAMINHOS DA ZONA SUL

www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

Porto – O Porto do Rio Grande e sua Diretoria de Qualidade, Saúde, Meio Ambiente e Segurança, com o intuito de prevenir e educar os trabalhadores portuários e caminhoneiros sobre o COVID-19, vem realizando diversas atividades. Na semana passada o porto teve o acréscimo de duas técnicas de enfermagem, em turnos alternados para entrevistar, orientar e medir a temperatura dos profissionais no interior do cais público. Foram entrevistados 749 trabalhadores portuários e caminhoneiros, e verificada a temperatura de 2548 caminhoneiros no Portão 2. De todos os entrevistados e examinados, nenhum apresentou os sintomas do Covid-19 ou gripe, tais como febre, tosse, mal estar ou qualquer outro sintoma. Finalizamos está presente semana, com 100% dos objetivos programados atingidos, com os nossos agradecimentos a todos os trabalhadores portuários, motoristas e a todos aqueles profissionais que colaboram na prevenção do combate ao COVID-19.
***
CMPC-Saúde – O Grupo CMPC, por meio de uma das suas empresas, a Softys – subsidiária de produtos de higiene e cuidados pessoais -, anuncia a compra de uma segunda máquina para fabricar máscaras cirúrgicas descartáveis no Brasil, o que permitirá uma capacidade de produção de 14 milhões de unidades por mês. A companhia fará a distribuição gratuita desses suprimentos de proteção no atual contexto de combate ao coronavírus.
***
O Rio Grande do Sul, onde a CMPC mantém suas operações no Brasil, será um dos estados a receber os primeiros lotes de máscaras, que serão destinados aos serviços públicos de Saúde de municípios gaúchos. O Grupo também reservará uma quantidade de máscaras necessárias para o uso e os cuidados de seus próprios colaboradores. Outros estados, em que estão localizadas as unidades industriais da Softys – São Paulo, Paraná e Pernambuco -, também receberão a doação das máscaras.
***
Recentemente, a companhia divulgou o início da fabricação de máscaras de proteção em sua planta industrial de Caieiras, em São Paulo, que até o início de maio deve produzir 1,5 milhão de máscaras por mês. Devido à alta demanda por itens de proteção para profissionais de saúde e para a população, a empresa decidiu ampliar em oito vezes a produção de máscaras de proteção com a aquisição de uma segunda máquina, que deve iniciar a produção de 12,5 milhões de máscaras em até 120 dias.

***

Comercio – A Comercial Zaffari Ltda. inaugurou em Pelotas a sua nova loja do Stok Center, centro de compras no formato de “atacarejo” que prioriza preços baixos e descontos exclusivos para cadastrados no clube de vantagens. A loja está localizada na Avenida Salgado Filho nº 936, Bairro Três Vendas, ao lado da Havan. A instalação na cidade de Pelotas marca a entrada do Stok Center na região sul do estado. Com 11.894m² de área construída e 6.045m² de área de vendas, o empreendimento conta com 44 caixas de atendimento e 828 vagas de estacionamento – sendo, destas, 78 vagas cobertas. É a 11ª loja da bandeira Stok Center, somando 21 lojas da rede Comercial Zaffari, empresa gaúcha que ocupa a posição de 4ª maior rede de supermercados do estado, segundo o Ranking Agas. A abertura do Stok Center Pelotas oportunizou 160 empregos diretos na cidade.
***
Tec – A tecnologia está fazendo a diferença na área da saúde em meio à pandemia do COVID-19 e uma das mudanças no Brasil foi a nova regulamentação da telemedicina pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Agora, a relação entre médico e paciente mudou: é através da internet que eles se conectam. Para o Dr. Gustavo Real, Gastroenterologista, a tendência é de que a telemedicina “seja um caminho sem volta”. Ele atende através da plataforma criada pelo Fácil Consulta, startup de Pelotas que disponibilizou o serviço nas últimas semanas. Desde que o novo coronavírus mudou a rotina médica, pois os profissionais adiaram as consultas, o Dr. Gustavo adotou a telemedicina e conta que a receptividade é positiva. “Muitos pacientes já entendem que é uma forma de manter o acompanhamento médico, esclarecer dúvidas inclusive sobre o Coronavírus e manter o distanciamento social”, explica. Assim como ele, outros profissionais aderiram às consultas remotas através do Fácil Consulta, como é o caso da Dra. Juliana Ulysséa, Ginecologista. Ela crê em um grande potencial da telemedicina para a especialidade voltada à saúde da mulher. “Temos muito a aprender ainda, tanto os profissionais quanto os pacientes. Alguns exames ginecológicos precisam ser presenciais, mas há questões sobre prevenção, orientações de anticoncepção, dúvidas sobre as fases da vida da mulher e de infecções do trato urinário que podem ser feitas pela telemedicina”, diz ela. Mais uma novidade que ficará pós pandemia!
***
Até a próxima!




Comentários