METROPLAN GARANTE DUPLICAÇÃO E PAVIMENTAÇÃO DA AVENIDA CIDADE DE LISBOA EM PELOTAS

Agostinho Meirelles, da SAAM, Enio Meneghetti, da Metroplan, e a prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, assinaram o convênio – Foto: Divulgação / Metroplan

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (SAAM) e Metroplan, assinou com a prefeitura de Pelotas um convênio que autoriza a prefeitura a licitar obra de pavimentação no município.

Os trabalhos realizados serão de pavimentação em blocos de concreto na avenida Cidade Lisboa, no trecho entre a avenida Duque de Caxias e a BR-116, no bairro Fragata. O documento foi assinado pelo secretário de Articulação e Apoio aos Municípios, Agostinho Meirelles, pelo superintendente interino da Metroplan, Enio Meneghetti, e pela prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas.

O projeto tem como objetivo duplicar e pavimentar uma das vias públicas urbanas com blocos de concreto intertravados. O trecho serve como uma das entradas da cidade, principalmente para o transporte público e veículos vindos dos municípios de Capão do Leão, Pedro Osório, Arroio Grande, Jaguarão, Bagé, Cerrito, Piratini e Candiota, além de acesso ao Porto do Rio Grande. A medida visa ainda fazer conexão dos moradores do bairro Fragata com a BR-116.

A superfície da avenida Cidade Lisboa está danificada em função da grande circulação de veículos no local. Os buracos tornam a trafegabilidade perigosa e causam transtorno aos motoristas, dificultando a passagem pela estrada e causando problemas mecânicos nos veículos. Outro motivo que justifica a obra é a melhoria estética da via, um dos pontos de acesso à cidade. Atualmente, a avenida é composta por blocos de concreto intertravados em uma estrutura de pavimento inadequada. A obra na via pública busca diminuir os congestionamentos, aperfeiçoar a trafegabilidade do trecho e facilitar o deslocamento dos mais de 75 mil habitantes do bairro Fragata que utilizam a via.

Conforme o secretário da SAAM, Agostinho Meirelles, apesar da atual crise financeira, os trabalhos irão iniciar no primeiro semestre de 2020 e devem ser concluídos em cinco meses. A obra é uma demanda da prefeita de Pelotas e do vereador Anderson Garcia, que tem forte ligação com o bairro Fragata. “Para 2020 teremos mais interseções com municípios que compõem os aglomerados urbanos do RS, também na região Metropolitana”, explicou o secretário. A prefeita de Pelotas disse que a obra irá melhorar a circulação viária, contribuindo para o desenvolvimento de toda a região.

O investimento totaliza R$ 1.815.398,57, sendo R$ 272.309, 81 da prefeitura de Pelotas e R$ 1.543, 088,76 da Metroplan.




Comentários