UCPEL INAUGURA MEMORIAL EM HOMENAGEM A DOM ANTÔNIO ZATTERA

    Inauguração do Memorial marca as comemorações dos seus 120 anos de nascimento. O espaço foi criado para manter viva a história do fundador da UCPel.        

    Uma obra que vence o tempo! Este foi o tema escolhido para a primeira mostra do novo Memorial Dom Antônio Zattera, espaço inaugurado na tarde desta quarta-feira (30) para abrigar os feitos e a história do terceiro bispo de Pelotas. Aberta à visitação, a homenagem integra as comemorações dos 120 anos de nascimento de Dom Antônio, reconhecido nacionalmente por sua ação pastoral, social e educativa.

    O bispo Antônio foi muito amado por sua comunidade. Amor que se transformou na concretização de várias obras, todas voltadas para contribuir com o desenvolvimento social da população. A criação da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), primeira do interior do estado; do Instituto de Menores; ampliação e pintura da Catedral Metropolitana, por exemplo, saíram do papel graças ao seu entusiasmo, empenho e dedicação.

    A trajetória de Dom Antônio Zattera foi pautada por muito trabalho, dedicação e transformação, comentou o reitor na UCPel, José Carlos Pereira Bachettini Júnior. “São mais de 40 mil acadêmicos formados pela Católica. Dom Antônio dizia que queria formar cidadãos diferenciados para a condução política e administrativa das cidades, organizações e empresas”.

    Bachettini também comentou sobre como a obra de Dom Antônio, iniciada há mais de 70 anos, impactou positivamente a vida de moradores de toda a região sul. Apenas na área da saúde, a estrutura idealizada por Dom Antônio atendeu desde a sua criação mais de 8 milhões de pessoas, 20 vezes a população de Pelotas. “Isso mostra a grandeza desses conceitos que ele pensou e conseguiu colocar em prática”, avaliou o reitor.

    Para o arcebispo e chanceler a UCPel, Dom Jacinto Bergmann, o espaço totalmente revitalizado busca relatar o passado para inspirar a construção do futuro. “As obras de Dom Antônio têm influência sobre todos nós. Ele investiu naquilo que é essencialmente humano. Olhava para a verdadeira educação, e quando apostava na saúde, ele queria mesmo era cuidar do próximo”, comentou.

    A frente da concepção do novo espaço e seleção do acervo que compõe a exposição, a pró-reitora administrativa, Ana Maria Hackbart, identificou em uma área de grande circulação de alunos e professores o espaço ideal para o Memorial. “Reformamos esse espaço para que toda a comunidade possa vivenciar os grandes feitos criados e consolidados por Dom Antônio”, afirmou.

    Espaço de cara nova

    O local conhecido anteriormente como Galeria de Arte foi totalmente reformado para abrigar o acervo de Dom Antônio Zattera. Anualmente, o espaço ganhará uma nova exposição com a intenção de manter viva as histórias e as lembranças deixadas pelo bispo que é considerado por muitos a personalidade do século XX em Pelotas.

    Com o tema, Uma obra que vence o tempo!, a exposição de inauguração relembra em 10 painéis as principais obras realizadas por Dom Antônio. A descoberta da sua vocação pastoral, a criação do Instituto de Menores e da UCPel, a ampliação e pintura da Catedral, a concretização da Rádio Universidade, a aquisição do Hospital Universitário São Francisco de Paula, a construção de inúmeras igrejas, além de homenagens recebidas ainda em vida são relatadas através de textos e imagens.

    A exposição ainda conta com objetos utilizados por Dom Antônio durante toda a sua vida. Roupas que ele vestiu nas cerimônias de inauguração da UCPel e Instituto de Menores podem ser conferidas. Também está exposto o seu rosário, caderno de oração e o atestado de primeira comunhão entre outros itens.

    O projeto do Memorial Dom Antônio Zattera contou com a participação de vários profissionais da UCPel. O setor de Comunicação e Relacionamento foi responsável pela definição dos temas, seleção do acervo e produção do conteúdo. Já o projeto arquitetônico e a execução da obra foram realizados pelo Escritório Modelo de Engenharia e Arquitetura (EMEA) da instituição.

    O Memorial Dom Antônio Zattera está aberto à visitação do público. O espaço fica localizado no saguão do Campus I, ao lado da sala dos professores. A UCPel funciona de segunda-feira a sexta-feira das 8h às 22h, e aos sábado, das 8h às 17h. A entrada é gratuita.




    Comentários