COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 15.10.2019

CAMINHOS DA ZONA SUL

www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

Bons ventos – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou na semana passada a aprovação de empréstimo de R$ 1,76 bilhão para a concessionária da linha de transmissão de 1,2 mil quilômetros que escoará a produção de parques de geração de energia eólica no Rio Grande do Sul.  A Chimarrão Transmissora de Energia é uma sociedade da Cymi Construções e Participações, do grupo espanhol ACS, e do fundo de investimentos em participações Brasil Energia, do grupo canadense Brookfield. A concessão foi obtida em leilão de dezembro de 2018. O investimento total do projeto é de R$ 2,24 bilhões, segundo o BNDES. Os 1,2 mil quilômetros da linha de transmissão cruzarão 43 municípios gaúchos, escoando 6.475 megawatts (MW). Essa energia é suficiente para abastecer aproximadamente 12 milhões de famílias. O financiamento do BNDES foi estruturado com prazo de 24 anos, incluindo carência. Serão financiadas as obras civis e a aquisição de materiais e equipamentos nacionais necessários para a implantação do empreendimento. Devem ser gerados cerca de 9.450 empregos diretos e indiretos durante as obras e 175 após sua conclusão, prevista para o primeiro semestre de 2022, segundo o BNDES.

***

Águas – O superintendente dos Portos RS Fernando Estima esteve reunido com o secretário extraordinário de Parcerias Bruno Vanuzzi para tratar da modelagem de uma PPP para a manutenção da hidrovia gaúcha que está sendo estudada entre a Secretaria, Portos RS e o BNDES. Os Portos RS estão realizando um intenso trabalho para intensificar e ampliar a movimentação de cargas por esse modal. A hidrovia do RS possui mais de 700 km de vias navegáveis que precisam de constante monitoramento e sinalização. Entre essas opções, principalmente para a zona produtiva da serra gaúcha está o Terminal Santa Clara – Contesc – operado pelo Grupo Wilson Sons. O Contesc está operando com duas barcaças (Trevo Roxo e Guaíba) em quatro viagens por semana. Em cada viagem é possível em média carregar 150 TEU. Nesse processo, há uma redução do custo logístico que pode chegar a cerca de 20% para determinados tipos de cargas. O tempo de deslocamento da carga entre o Contesc e o Tecon é de cerca de 24 horas de navegação. O meio ambiente também é impactado com a mudança do modal logístico. Passando a movimentação para a hidrovia há uma redução de emissão de CO2 no ambiente, pela diminuição do número de caminhões na rodovia. Com essa operação, por mês, são menos 1,5 viagens de caminhão na rodovia. Outro bom exemplo do uso hidroviário é o ciclo da CMPC Celulose Riograndense. A mesma barcaça que opera celulose de Guaíba a Rio Grande, retorna com madeira bruta de Pelotas a Guaíba, o que garante melhor produtividade para a embarcação. Não somente a madeira, celulose e o container são opções para a hidrovia, outros produtos podem ser mais bem aproveitados nesse modal, garantindo ainda mais competitividade ao Estado.

***

Up – O Partage Shopping Rio Grande, ao longo dos seus quatro anos de atuação na cidade, se consolida cada vez mais como um dos principais centros de compras, lazer e entretenimento do Sul do estado, oferecendo experiências diferenciadas a seus clientes. Para compor o mix de operações, o empreendimento anunciou a chegada de nove novas marcas, oferecendo ainda mais opções de compras ao público da região: Kalunga, Centauro, Daya Studio Hair, TNG, Móveis Planejados Rio Grande, Restaurante D’Itália, Santo Sabor, Padoca do Asylo e Grill.com.

***

Espaços – As lojas terão mais de 2.500m² de área bruta locável (ABL). Algumas delas, como Centauro, Kalunga e TNG estreiam na cidade de Rio Grande com suas novas operações no Partage Shopping, ainda nesse segundo semestre. O restaurante D’Itália, focado na culinária italiana, traz para o empreendimento um espaço aconchegante e intimista, que servirá rodízio de pizzas e massas, além de pratos à la carte. Outra novidade do empreendimento é a chegada da Escola Kyrios, instituição com 20 anos de tradição no segmento de educação infantil, fundamental e médio e tem inauguração prevista para o início de 2020. A Kalunga é a maior empresa brasileira na distribuição de suprimentos para escritório, informática e material escolar. A marca chega ao Partage Shopping com um espaço de quase 700m², trazendo milhares de itens de diversas categorias como escolar, escritório, organização, informática, escrita, coffee break, móveis, entre outras. Ocupando uma área de mais de 1.100m² no empreendimento, a Centauro é uma das maiores redes de artigos esportivos do Brasil. A marca é famosa por aliar uma grande variedade de produtos de qualidade com preços competitivos. A TNG, com mais de 30 anos de atuação no mercado e 180 lojas presentes nas principais cidades do país, se destaca como uma das principais operações de vestuário de país, reunindo coleções masculinas e femininas que seguem as principais tendências do mundo da moda. Na parte gastronômica, a Padoca do Asylo é uma importante conquista para a região. Trata-se de uma operação gerenciada pelo Asylo de Rio Grande, que terá toda a renda revertida para a instituição filantrópica. Na Padoca, os clientes terão as famosas cucas do Asylo, pães, entre outros itens. O Asylo do Rio Grande foi fundado em 1885.

***

Até a próxima!




Comentários