SEGUNDA EDIÇÃO CONSOLIDA FNC

    Sindicato da Indústria da Construção e Mobiliário (Sinduscon) de Pelotas e Região e Associação dos Representantes Comerciais de Materiais de Construção da Região Sul (Arecomsul) estão unidos mais uma vez para a realização da segunda edição da Feira de Negócios da Construção (FNC).  O anúncio da renovação da parceria e lançamento do evento foram destaques da reunião-almoço de ontem (4) dos construtores, no restaurante Bistrô Pelotense.

    Programada para ocorrer nos dias 17, 18 e 19 de outubro, a FNC será realizada no Parque do Sesi – prolongamento da avenida Bento Gonçalves, em Pelotas, usando as áreas internas do Ginásio e as áreas externas adjacentes  para mostrar tendências, inovação e oportunidade de negócios a construtores, representantes comerciais, imobiliárias, indústrias de materiais de construção e agentes financeiros.

    Serão montados estandes e mais de cem indústrias da cadeia produtiva da construção exporão seus produtos, de acordo com os organizadores, que têm expectativa de atrair 15mil visitantes. “Uma feira de negócios envolvendo toda a cadeia produtiva para quem deseja adquirir imóveis, construir, reformar, conhecer as tendências e efetuar compras para seus estabelecimentos comerciais do ramo”, adiantou o coordenador da FNC, Ivan Iribarrem.

    PAUTA – A reunião-almoço do Sinduscon debateu a pauta setorial da categoria enfatizando as últimas ações desenvolvidas pela atual diretoria. Durante a apresentação dos relatos, o Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), promovido no final do último mês, no Rio de Janeiro, mereceu mais de 30 minutos de discussões. Ao elogiar o protagonismo da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) na estruturação das principais políticas do País, o presidente Fabrício Iribarrem, disse que a Câmara é o principal órgão interlocutor entre iniciativa priva da; instituições financeiras, principalmente Caixa, e o Governo Federal. “ É notório o respeito imposto pela Cbic junto às principais instâncias do poder e isto é muito favorável ao setor, que ganha mais segurança e espaço para o encaminhamento dos seus pleitos”, disse.

    Iribarrem também comentou que durante o evento,  a equipe de governo oficializou a continuidade do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), inclusive com novidades para a habitação social, as quais devem entrar em funcionamento até o mês de julho. Porém, destacou ser notório que a indústria da construção vem buscando novas soluções de crédito dentro do mercado com características de sustentabilidade e menos dependência do Governo.




    Comentários