COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 07.05.2019

    CAMINHOS DA ZONA SUL

    www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

    Ela – Mais uma vez em Brasília, a BR-116 na pauta e o pires na mão. Uma comitiva se deslocou para a audiência com o presidente Jair Bolsonaro, que prometeu pelo menos R$ 130 milhões destinados para a obra em 2019. Com esses recursos anunciados poderão ser concluídos 60 quilômetros da duplicação, sendo 40km até agosto e 20km até o fim do ano. O encontro foi coordenado pelo governador Eduardo Leite e a participação do movimento pró-duplicação da BR-116, do programa Treze Horas da Rádio Universidade, a coluna e o site Caminhos da Zona Sul juntamente com a integrantes da comitiva da região. Se realmente tivermos 105 quilômetros entregues até o fim deste ano será um avanço real e não imaginado.

    ***

    Ministros Além do valor assegurado, o presidente, acompanhado dos ministros da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, prometeu esforço da União para descontingenciar outros R$ 120 milhões do Orçamento de 2019. O repasse viabilizaria mais 45 quilômetros de nova pista, totalizando 105 quilômetros de duplicação a serem entregues ainda em 2019. O total representaria metade de toda a obra que foi iniciada em 2010. A duplicação do trecho Guaíba-Pelotas da BR-116 totaliza 210 quilômetros e atualmente está 65% concluída, mas vários lotes estão paralisados ou enfrentam lentidão por escassez de recursos.

    ***

    Tropa IO comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, vistoriou o andamento das obras de duplicação da BR 116 entre Guaíba e Tapes. O serviço é executado pelo exército num trecho de 50,8 quilômetros. Estão sendo executados serviços de terraplanagem, pavimentação asfáltica, construção de obras de arte especiais, drenagem e sinalização. Pujol é gaúcho de Dom Pedrito, estudou no Colégio Militar de Porto Alegre e já como general comandou a Primeira Brigada de Cavalaria Mecanizada, localizada em Santiago-RS. Ele declarou que “É de extrema importância a duplicação para dar uma capacidade maior de transporte, não só de carga, como também para a parte turística.”

    ***

    Tropa II – A duplicação é considerada a maior obra na área de engenharia do exército neste momento. Um dos benefícios será melhorar o acesso ao Porto de Rio Grande. O prazo total da obra é de 38 meses e o empreendimento conta hoje com 124 militares, representando metade do efetivo previsto. Quando estiver com a equipe completa deverá envolver 250 militares. As obras estão divididas em dois lotes. O Lote 1 corresponde aos quilômetros 300,54 ao 325, entre Guaíba e Barra do Ribeiro. O Lote 2 vai do quilômetro 325 ao 351,34, entre Barra do Ribeiro e Tapes.

    ***

    Tecnologia – A FURG, através do diretor do Oceantec, Artur Gibbon e da diretora do Centro de Ciência Computacionais, Silvia Botelho apresentou à CDL Rio Grande o evento Robótica que ocorrerá de 22 a 25 de outubro em Rio Grande. O evento deverá movimentará mais de dois mil estudantes e vem sendo realizado em diversas regiões brasileiras desde 2003. Esta será a primeira vez que será sediado no RS. A inscrição de Rio Grande ocorreu há dois anos e o município ganhou concorrendo com Natal e Salvador. A expertise da FURG no segmento, já que possui o segundo grupo mais produtivo de pesquisa em robótica do país, contribuiu diretamente para que o concurso fosse sediado na cidade. Entre as atrações estão a Olimpíada Brasileira de Robótica, a Mostra Nacional de Robótica, o Workshop de Robótica na Educação, a Competição Brasileira de Robótica Latino-americana e o Simpósio Brasileiro de Robótica. Os eventos em 2019 ganharam caráter Latino-americano e ainda mais força no cenário nacional e internacional. O evento deve atrair mais de dois mil inscritos e mais de dez mil visitantes considerando os familiares que devem acompanhar as equipes.

    ***

    Reunião – O CIPEL – Centro das Indústrias de Pelotas, promove na próxima sexta-feira, 10, reunião-almoço com o objetivo de apresentar a plataforma do Conselho de Articulação Empresarial – COAP, através da discussão de objetivos e ações estratégicas traçadas para atuação do mesmo. O presidente da entidade, Amadeu Fernandes, chama atenção também para a apresentação do programa Brasil Industrial e dos avanços da Frente Parlamentar da Indústria Gaúcha, formada por deputados estaduais, representantes da FIERGS e do Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (CIERGS). A frente tem uma “Plataforma de Compromissos para um Brasil Industrial” e foi lançada pela FIERGS no ano passado com o objetivo de tornar as indústrias gaúchas mais competitivas. O vice-presidente do Ciergs, Carlos Alexandre Geyer coordena o Coap e estará em Pelotas para participar e coordenar os debates.

    ***

    Até a próxima!




    Comentários