RECEITA FEDERAL QUER INCENTIVAR DOAÇÕES NO MEIO EMPRESARIAL

    O prazo para a entrega da declaração Imposto de Renda 2019 segue até 30 de abril. Mais do que um procedimento burocrático para acertar as contas com o Leão, a declaração pode também ser um gesto de solidariedade. Isto porque pessoas físicas e jurídicas podem fazer doações e utilizar incentivos fiscais. O assunto foi pauta da reunião-almoço de ontem (9) promovida pelo Sindicato da Indústria da Construção e Mobiliário (Sinduscon) de Pelotas e Região com a presença da delegada da Receita Federal, Adriane Cismosqui.

    Segundo a delegada, a doação é uma opção para quem não quer deixar todo o imposto devido no caixa do governo. Pessoas físicas têm direito a abater até 8% do valor do imposto de renda com doações (1% para programas dedicados a pessoas com deficiência, 1% a programas dedicados a combater o câncer, além de 6% para projetos e fundos voltados a crianças e adolescentes, idosos, cultura, audiovisual e esporte. Durante o encontro, os construtores foram orientados dos procedimentos, que devem ser feitos no ato do preenchimento da declaração, bastando entrar na ficha “Doações diretamente ao Estatuto da Criança e do Adolescente”, por exemplo, que fica no resumo geral do programa; selecionando um ou mais fundos cadastrados na lista fornecida; e, por fim, informando o valor da doação, que deve estar dentro do limite de dedução, calculado automaticamente pelo programa da Receita.

    SETOR – O presidente do Sinduscon/Pelotas, Fabrício Iribarrem, apresentou relato das ações dos últimos meses desenvolvidas durante sua gestão destacando a nova base de cálculo do ISS, ajustada com a Receita Municipal; os avanços com o Sanep para o estabelecimento de um convênio de investimentos mútuos entre autarquia e iniciativa privada na região norte do município e o funcionamento de plataforma que permite a emissão de Certidões online. Também foram discutidas questões relativas ao programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) com o encaminhamento de pautas ao representante do Sindicato, Pedro Leite, que participa nesta quarta-feira, em Brasília, de reunião da comissão de trabalho dentro da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e Ministério das Cidades.




    Comentários