GOVERNADOR ELEITO ANUNCIA SECRETARIA DOS MUNICÍPIOS E BEATRIZ ARAÚJO NA CULTURA

Leite fez um live pelo Facebook para anunciar o nome de Beatriz Araújo para a Cultura

O governador eleito cumpriu agenda em um evento que reuniu os prefeitos do sul do Estado

O governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciou na última sexta-feira (14), em Pelotas, a criação de uma secretaria especial para auxiliar as prefeituras do estado. Em visita a sua cidade natal, Leite participou de um evento com os prefeitos e deputados eleitos da região. O painel ”Diálogos do Sul” foi promovido pela Associação dos Municípios da Zona Sul do Estado (Azonasul).

BEATRIZ ARAÚJO NA CULTURA

O governador eleito do RS, Eduardo Leite (PSDB), também anunciou neste sábado (15) aqui em Pelotas, a recriação da Secretaria Estadual da Cultura e a indicação da terceira mulher no primeiro escalão de seu futuro governo. Falando de Pelotas e em seu perfil no Facebook, Leite fez um vídeo live (ao vivo) para revelar que a produtora cultural Beatriz Araujo será a titular da Secretaria da Cultura.

Bia (como é conhecida) foi secretária de Cultura de Pelotas e trabalhou na produção da Bienal do Mercosul e diversos projetos de restauração de prédios históricos em Pelotas, de museus estaduais e do resgate da memória de nomes da literatura gaúcha.  Já foram confirmadas no governo a secretária de Planejamento, Leany Lemos, e a de Comunicação, Tânia Moreira. “Tenho orgulho de ter elegido a primeira mulher para governar Pelotas e de escolher mais uma mulher para ocupar secretarias. Podem ter certeza que as mulheres terão papel importantíssimo no governo”, afirmou, deixando no ar que pode ter mais escolhas femininas e chamando a prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, para o vídeo.

A prefeita falou sobre a capacidade de trabalho de Bia e resumiu: “Se tem uma coisa difícil de resolver, chama a Bia”. Até agora, o tucano já definiu ocupantes de sete pastas. Também foram definidos os nomes de Marco Aurelio Santos Cardoso (Fazenda), Otomar Vivian (Casa Civil), Eduardo Cunha da Costa (procurador-geral do Estado) e Artur Lemos (Meio Ambiente e Infraestrutura).  “A cultura precisa de uma atenção muito especial devido à tradição, respeito a quem atua na área e pelos reflexos na economia nas regiões”, justificou Leite, ao dizer que voltaria a separar o braço de esportes e lazer.

No governo de José Ivo Sartori (MDB), os segmentos estavam todos na mesma pasta. “Esporte e lazer será outra pasta.” O futuro governador fez rasgados elogios à escolhida, que também estava no live, que teve como cenário o largo do Mercado Público de Pelotas. Bia dirigiu a Fundação de Cultura pelotense e dirigiu o Theatro Sete de Abril que é um dos mais antigos do País. “É alguém que tem conhecimento e é reconhecida pela área”, completou o futuro governador. “Estou super feliz e muito entusiasmada.

O Estado não pode prescindir de uma secretaria dessa relevância para a economia gaúcha”, ressaltou Bia, antecipando que pretende trabalhar com instrumentos de apoio que alcancem todos os municípios. A escolhida lembrou ainda que o futuro governador anuncia a recriação da pasta mesmo sem ter sido ainda buscado pelo setor. “Isso demonstra o apoio inequívoco que vai dar à cultura. Tô muito feliz e emocionada de fazer este trabalho.”  Mesmo admitindo as dificuldades das finanças, Leite diz que a cultura terá papel importante no seu governo.




Comentários