ESPECIAL DE DOMINGO: BR-116 RECEBERÁ EMENDA DA BANCADA GAÚCHA

    Prefeita Paula Mascarenhas participou da reunião da bancada gaúcha juntamente com o deputado federal eleito Daniel Trzeciak- PSDB – 30.10.2018 – Reunião da bancada gaúcha em Brasília

    Recursos assegurados são considerados importantes, mas há necessidade de mobilização

    Prefeitos e lideranças da região participaram da reunião da Bancada Gaúcha na Câmara Federal, em Brasília, para reivindicar prioridade à destinação de recursos para prosseguimento das obras de duplicação da BR-116 e para custeio de hospitais filantrópicos, com inclusão no Orçamento Geral da União, de 2019. O encontro realizou-se no final da tarde da última terça-feira (30).

    “Conseguimos R$ 30 milhões para a BR-116, trecho entre Guaíba e Pelotas, fora os R$ 56 milhões referentes à ponte de Porto Xavier e mais os R$ 85 milhões previstos no Orçamento da União para 2019. Foi importante o valor assegurado, mas está aquém das necessidades para conclusão do projeto”, argumentou a prefeita Paula Mascarenhas, que participou da reunião em Brasília.

    O presidente da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), prefeito de São Lourenço do Sul, Rudinei Harter, a maioria dos chefes dos Executivos da região, e lideranças políticas de Pelotas também estiveram na reunião, cujo objetivo concentrou-se no requerimento de apoio dos parlamentares gaúchos para garantia de recursos às obras da rodovia.

    “O objetivo foi solicitar que a Bancada mantenha uma emenda parlamentar impositiva pela BR-116 – obra importante e estratégica para todo o Rio Grande do Sul. É uma estrada perigosa, onde muitas pessoas morrem todos os anos. A duplicação precisa ser concluída”, reforçou a prefeita Paula.

    30.10.2018 – Reunião da bancada gaúcha em Brasília

    Recursos

    Uma das pautas do encontro foi o recente remanejo, por parte do Ministério dos Transportes, da verba de R$ 56 milhões que seria destinada à construção da Ponte Internacional de Porto Xavier, para a obra da BR-116. Há um ano, a Bancada Gaúcha definiu duas prioridades de investimentos no Estado, às quais seriam repassados recursos das emendas impositivas: a duplicação da BR-116, entre Guaíba e Pelotas, e a construção de uma ponte internacional com a Argentina, no Rio Uruguai, entre o município gaúcho de Porto Xavier e a cidade argentina San Javier. Atualmente, cerca de 60% da duplicação da BR-116 está concluída, mas ainda faltam R$ 524 milhões para finalizá-la.

    DEPUTADO JOSÉ NUNES, QUE PRESIDE A FRENTE PARLAMENTAR NA A.L. DO RS COMEMORA A APROVAÇÃO

    Depois de muito esforço e forte articulação, a BR 116 foi novamente priorizada como Emenda Impositiva da Bancada Gaúcha no valor de R$ 30 milhões, resultado da mobilização regional, da presença de lideranças no acompanhamento da reunião da Bancada, realizada na tarde da terça-feira (30). Outra grande conquista, foi a realocação de R$ 56 milhões da ponte da divisa com a Argentina, que não tinha projeto finalizado ainda, para Trecho 1 e 2, que vai viabilizar o ato legal entre Dnit e Exército.

    O deputado estadual Zé Nunes (PT), participou da reunião como coordenador da Frente Parlamentar pela Conclusão da Duplicação da BR 116 da Assembleia Legislativa. “Somados estes R$ 30 milhões da Emenda Impositiva, com os R$ 56 milhões realocados, mais R$ 85 milhões indicados pelo Dnit, chegamos a R$ 171 milhões para esta obra, para o orçamento de 2019. É uma grande conquista”, avalia o coordenador da Frente.

    Foram definidas as seguintes Emendas Impositivas:

    Hospitais – R$ 68 milhões

    BR 116 – R$ 30 milhões

    Escolas agrícolas – R$ 30 milhões

    BR 290 – R$ 20 milhões

    Ponte Porto Xavier – R$ 20 milhões

    Segurança – R$ 1,8 milhão

    OUTRA PAUTA

    Saúde

    Na reunião, os parlamentares do Rio Grande do Sul definiram a destinação de R$ 68 milhões, em 2019, para custeio de hospitais filantrópicos. “Vamos precisar de uma mobilização para que parte desses recursos sejam destinados à nossa região. Cada deputado terá em torno de R$ 2 milhões para a Saúde, nesta área de hospitais filantrópicos”, advertiu a prefeita pelotense.

    30.10.2018 – Reunião da bancada gaúcha em Brasília

    Paula aproveitou a estada em Brasília para conversar com a senadora Ana Amélia Lemos e pedir recursos para custeio de hospitais. Mesmo assim, a prefeita considera indispensável a mobilização regional. O reitor da Universidade Federal de Pelotas, Pedro Curi Hallal, e a direção da Faculdade de Medicina também estiveram presentes em Brasília, somando-se à mobilização.

    Prefeita solicita apoio à Santa Casa em Brasília
    Cumprindo agenda em Brasília, também na mesma terça-feira (30), a prefeita Paula Mascarenhas, em encontro com a senadora Ana Amélia Lemos (PP), solicitou apoio para a grave situação econômica que enfrenta a Santa Casa de Pelotas. Em agosto deste ano, foram requisitados recursos extraorçamentários. Ainda tratando sobre a área da saúde, Paula requereu emendas de custeio para a Atenção Básica e Média Complexidade. A prefeita do município gaúcho Morro Reuter, Carla Chamorro, participou do encontro.



    Comentários