COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 31.10.2018

CAMINHOS DA ZONA SUL

www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

Avanço – Um mérito inquestionável do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema) é o avanço que ele proporcionou a várias áreas no RS. Na semana que passou mais uma boa informação para o setor florestal. O Consema passa a incentivar o plantio de florestas com espécies nativas no Rio Grande do Sul. A resolução n° 383/2018 ​garante ao produtor rural que as árvores nativas plantadas possam ser colhidas no futuro, quando chega a época adequada de exploração da madeira. A medida atende ao Decreto Estadual 53.862/2017. Sendo assim, o produtor deve solicitar gratuitamente o corte à Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) em no máximo quatro anos.

***

Tecnologia – A certificação do plantio deve ser feita no Sistema Online de Licenciamento Ambiental (SOL). Atualmente, a autorização de corte é concedida pelos municípios que, com a nova regra, passarão a solicitar a apresentação do Certificado de Identificação de Florestas Plantadas com Espécies Nativas (Cifpen). A secretária adjunta do Ambiente, Maria Patrícia Möllmann, explica que a Sema já emitia o certificado. No entanto, a resolução pretende estimular a atividade econômica do plantio, cultivo e exploração de espécies nativas, gerando desenvolvimento econômico e conservação da biodiversidade, como se deseja e dentro da razoabilidade! Ela acrescenta que os plantios já realizados, mesmo que ultrapassados os quatro anos, podem ser certificados pela Sema, atendendo a uma regra de transição. Para isso, devem ser solicitados no prazo de cinco anos, contando da publicação da Resolução Consema n° 383/2018 no Diário Oficial do Estado, em 22 de outubro de 2018.

***

De volta – Pelotas voltará a ter lojas Pernambucanas. Já em novembro, a rede de varejo inaugura duas operações no Estado. A primeira loja será no Passo Fundo Shopping, que tem inauguração marcada para sete de novembro e a outra unidade será aberta no fim do mês aqui no Shopping Pelotas.  Cada unidade tem mais de mil metros quadrados. As lojas venderão itens vestuário para mulheres, homens e crianças, além de itens de cama, mesa e banho, cortinas e tapetes. Produtos de tecnologia, informática e eletroportáteis completam o mix das lojas.

***

Centenária – A Pernambucanas tem 110 anos. A marca tinha operações fortes no Rio Grande do Sul nos anos 90, mas era operada por outra parte da família. Agora, as lojas que serão abertas são da companhia de São Paulo. CEO da Pernambucanas, Sérgio Borriello detalhou os planos de expansão dizendo que a escolha de Passo Fundo para a estreia ocorreu pela qualidade do shopping que está sendo construído no município. Pelotas foi uma oportunidade pela saída de concorrentes da cidade. E mais, o executivo antecipa que o centro de Porto Alegre terá uma Pernambucanas em breve. Outras duas operações no Rio Grande do Sul estão sendo negociadas, mas a expansão é mais ambiciosa ainda. A Pernambucanas trabalha para fechar o ano com mais de 340 lojas no país. Sobre expandir negócios enquanto a economia ainda não engata a retomada e há incertezas políticas, Borriello lembra de quanto tempo tem a empresa: – Temos 110 anos. Somos parte da história do Brasil. Já passamos por crises e não é isso que vai nos afugentar de fazer investimentos. Nós ajudamos a cidade a se desenvolver – argumenta o CEO.

***

Pioneirismo – Segundo Borriello, a Pernambucanas foi a primeira empresa a usar o código de barras nas etiquetas. Agora, investe forte na transformação digital. Entre as mudanças, está o Wifi grátis nas lojas e o aplicativo que dá descontos aos clientes. O formato tradicional, atrás do balcão, abre espaço para uma experiência mais dinâmica por meio de tablet, totem de Central de Relacionamento Pernambucanas, aplicativo com a Sacola de Descontos e Wi-Fi gratuito nas lojas. Os clientes também contam, em todas as lojas, com a emissão instantânea do cartão Pernambucanas Elo. A concessão do crédito ocorre em até sete minutos, via tablet, e com apenas mais 3 minutos, o cliente recebe em mãos o seu cartão.

***

Vagas – E já estamos novamente no final de ano e a pauta dos contratos temporários está de volta. A informação é de que na maior parte do comércio do RS, as contratações para este tipo de opção de trabalho, já pensando nas vendas de Natal e cobertura de férias das equipes, estão marcadas para iniciar nos primeiros dias de novembro. A maioria dos lojistas que pretende reforçar a mão de obra dos estabelecimentos deve investir no mesmo número de vagas abertas para período semelhante em 2017. Segundo o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS), Vitor Koch, a estimativa é que sejam criados 15 mil postos temporários para o setor no estado.

***

Até a próxima!




Comentários