RETOMADA DISCUSSÃO SOBRE A DUPLICAÇÃO DA BR-116

    Este foi o primeiro encontro da comitiva em 2018 para avaliação das ações realizadas até o momento e projeção do que será feito neste ano

    Lideranças da região se reuniram no último dia 29, segunda-feira, no Município de Cristal, para retomar as discussões e estratégias em prol da continuidade das obras de duplicação da BR-116. Este foi o primeiro encontro da comitiva em 2018 para avaliação das ações realizadas até o momento e projeção do que será feito neste ano.

    A prefeita de Pelotas Paula Mascarenhas participou do encontro e reafirmou o compromisso do grupo com as obras. “Precisamos retomar o assunto entre as lideranças de toda a região e lutar pela conclusão da duplicação da BR-116 de ponta a ponta, obra que é, hoje, a mais importante do estado”, afirmou a prefeita.

    A cobrança pela liberação de novos trechos e a pouca representatividade política na região foram alguns dos assuntos discutidos durante a reunião, assim como a concorrência das verbas federais entre a obra da BR-116 e a duplicação da ponte do Guaíba. “Não faz sentido ter duas pontes duplicadas que irão desembocar em uma BR não duplicada e que não possui estrutura para receber o fluxo de veículos”, salientou Paula.

    O presidente do Sindilojas e coordenador do Aliança Pelotas, Gilmar Bazanella propôs a cobrança ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) de um cronograma físico e financeiro atualizado de toda a obra da BR-116, para que o grupo possa monitorar os investimentos e a execução das obras, assim como cobrar a entrega de novos lotes duplicados.

    Bazanella apresentou ainda dados de novembro de 2017 da porcentagem realizada em cada um dos lotes, que aponta a conclusão de 63,68% do lote 1; 72,24% do lote 2; 63,01% do lote 3; 45,11% do lote 4; 44,84% do lote 5; 47,3% do lote 6; 47,75% do lote 7; 78,8% do lote 8; 74% do lote 9 e 0% do lote 10. “Sabemos que vai ser um ano difícil, com interesses por ser um período eleitoral, mas não podemos deixar a mobilização cair”, afirmou Bazanella.

    Ficou definida uma nova mobilização para o dia 22 de março, em Camaquã, com a presença das lideranças políticas e empresariais, assim como representantes do Dnit.

    Participaram da reunião, a prefeita de Cristal, Fábia Richter; o presidente do Secovi Pelotas, Sergio Cogoy; o presidente da Frente Parlamentar pela Defesa da Conclusão da BR-116, Marco Longaray; o vereador de Camaquã e integrante da Frente Parlamentar, Marcelo Gouveia; o presidente do Sindilojas Costa Doce, Luciano Barbosa; o presidente da Associação da Costa Doce e prefeito de Tapes, Silvio Rafaeli; o prefeito de Barra do Ribeiro, Jair Mirim; o presidente do Centro das Indústrias de Pelotas (Cipel) Amadeu Fernandes; o presidente da Câmara de Comércio de Rio Grande, Antônio Carlos; e o vereador de Cristal, Ivan Spiering.




    Comentários